-Publicidade-

Bia Kicis quer que Tereza Cristina seja presidente da Câmara: ‘200 votos ela já tem’

"Tudo que eu ouço é que ela não quer. Mas e se for uma missão?", diz a deputada a 'Oeste'
Ministra da Agricultura, Tereza Cristina | Foto: Guilherme Martimon/MAPA
Ministra da Agricultura, Tereza Cristina | Foto: Guilherme Martimon/MAPA

“Tudo que eu ouço é que ela não quer. Mas e se for uma missão?”, diz a deputada a ‘Oeste’

Tereza Cristina
Ministra da Agricultura, Tereza Cristina | Foto: Guilherme Martimon/MAPA

A eleição para presidente da Câmara será em fevereiro de 2021. E muitos parlamentares já se articulam nos bastidores para definir o sucessor de Rodrigo Maia (DEM-RJ).

A deputada Bia Kicis (PSL-DF) aposta as fichas em um nome: Tereza Cristina. Eleita deputada federal, a ministra da Agricultura se licenciou do mandato para assumir o cargo no governo, mas tem a prerrogativa de voltar à casa.

“A Tereza era presidente da Frente Parlamentar da Agricultura. Duzentos votos ela já tem”, garantiu Kicis, em entrevista a Oeste.

Leia também: Lula quer que candidatos do PT critiquem Bolsonaro

Bia Kicis brinca, que, embora defenda o nome da chefe da Agricultura, não conversou com ela sobre o assunto.

“Tudo que eu ouço é que ela não quer. Mas se for uma missão? Ela não quer, mas o Brasil precisa. E aí? Ela é uma patriota”, afirmou a parlamentar.

Sem citar nomes, Kicis disse que existem alguns deputados fortes para o cargo. Contudo, enfrentam “uma resistência muito grande” de quem “veio para mudar”. Segundo ela, votar em certos deputados vai causar um estresse com os eleitores.

Como alternativa à candidatura de Tereza Cristina, a deputada do PSL diz que está batalhando para criar uma frente parlamentar conservadora mista, Câmara e Senado, e que um nome pode sair daí. “Essa frente vai ter muita força”.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

18 comentários

      1. É melhor mante-la onde está, pode acontecer o que aconteceu com Sérgio Moro, o Brasil perdeu um ótimo Juiz e ganhou um péssimo politico.

      2. Não deixa de ser uma verdade, mas para avançar é preciso ousadia!

  1. Com todo respeito a Bia, lançar candidato conservador pra ganhar 80 votos e nem pro segundo turno ir é burrice e provavelmente só ajudaria a eleger mais fácil algum aliado do Maia.

    1. Estou com o Zé. Melhor alguém do Centrāo mesmo pra não dar chabú. O que o centrāo ganha com isso? Nada. Vai continuar ensinando para tocar os projetos. Mas como tática eleitoral é válida.

  2. Excelente ação para o País, a troca de um moleque, corrupto, mal preparado e deslumbrado por uma pessoa bem preparada, séria, honesta e producente!

  3. Penso que é muito boa sugestão. Chega de garoto chorão e irritadinho. Vamos dirigir essa Câmara com seriedade. Tereza Cristina agrega, convive bem com a imprensa e poderá ser boa articuladora entre as lideranças dos partidos, para restabelecer a independência do poder Legislativo, diante do poderoso Poder Judiciário, que recentemente declarou Inconstitucional a Lei do voto impresso com argumentos criativos, como “violação do sigilo e liberdade do voto”, e porque é muito cara sua implantação e seria uma irresponsabilidade, conforme o notável Gilmar.
    Curiosamente, o Congresso sob essas presidências sequer questiona essa fajuta declaração de inconstitucionalidade. O voto impresso é blindado e somente visualizado pelo eleitor, que ficará convencido que o seu voto impresso é o mesmo que foi para a urna eletrônica, e automaticamente vai para uma urna lacrada dos bilhetes impressos. Logo, é o único meio para Auditar por amostragem, conferir, e eventualmente em acirradas disputas como ocorreu nos EUA , basta apurar as urnas impressas. Simples assim.
    Penso que teremos em 2022 pleito com acirrada disputa, e qualquer dos concorrentes agradecerá se puder recontar os votos. Como pode o iluminado ministro Barroso dizer que as urnas eletrônicas não foram fraudadas em 20 anos de sua existência? Como se audita ou confere urna eletrônica?
    Voto impresso não tem partido, tem autor Jair Bolsonaro.

  4. Concordo integralmente com a sugestão do nome da Ministra. Entretanto, penso existir um um grande problema: a escolha de uma pessoa para substituir à altura a mais competente ocupante daquele cargo. Porém, tenho certeza da correta escolha do Presidente.

  5. Dep. Carlos Sampaio, mesmo sendo do PSDB é centrado, honesto e sempre votou acompanhando suas convicções e não do partido (para quem acompanha, vejam seu curriculum).

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês