Bolsonaro afirma que Anvisa virou um ‘outro poder’ e ‘dona da verdade’

Críticas do presidente ocorrem após a agência liberar a aplicação da vacina pediátrica da Pfizer em crianças de 5 a 11 anos
-Publicidade-
Presidente da República, Jair Bolsonaro | Foto: Reprodução/YouTube
Presidente da República, Jair Bolsonaro | Foto: Reprodução/YouTube

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira, 6, que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) se tornou “um outro poder no Brasil”.

Na live semanal, Bolsonaro afirmou que a autoridade sanitária é a “dona da verdade em tudo”. As críticas do presidente ocorrem após a agência liberar a aplicação da vacina pediátrica da Pfizer em crianças de 5 a 11 anos.

-Publicidade-

“A Anvisa agora virou, não vou comparar com um poder aqui no Brasil, mas virou um outro poder no Brasil. É a dona da verdade em tudo”, declarou.

Em dezembro, Bolsonaro afirmou que era impossível conversar com presidente da agência, Antônio Barra Torres, que foi indicado por ele, e que o diálogo estava fechado.

O mandatário disse que “já se fala agora na terceira dose, na dose de reforço, para crianças de 5 a 11 anos” e repetiu que não vai vacinar a sua filha Laura, de 11 anos.

Bolsonaro comentou o registro de casos de covid em navios de cruzeiro que operam na costa brasileira. “A vacina não garante que você possa não contrair o vírus”, declarou.

Mais cedo, em entrevista a TV Nova Nordeste, o presidente também criticou a Anvisa e disse que a agência “lamentavelmente” aprovou o imunizante para crianças.

Ele também chamou quem defende a imunização de “tarados por vacinas”, voltou a subir o tom contra prefeitos e governadores e criticou o chamado passaporte da vacina.

O imunizante da Pfizer para crianças já foi aprovado pelas principais agências reguladoras do mundo e está sendo aplicado em países como os Estados Unidos.

Ontem, o Ministério da Saúde liberou a aplicação da vacina pediátrica mediante consentimento dos responsáveis, mas sem a necessidade de prescrição médica.

Segundo cronograma do governo federal, as primeiras doses começarão a chegar e já serão aplicadas neste mês de janeiro.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

21 comentários Ver comentários

  1. O poder de vigilância sanitária sempre foi da Anvisa, acho que quem está querendo prescrever medicamentos, tratamentos, pílulas, impedir o uso de vacinas, etc. Sem tem conhecimento nenhum de medicina, num claro desvios de suas funções de presidente e o Bozo.
    Com Moro ele venceu, qdo a PF ameaçou foder a família dele, não exitou em encher de miliciano a cúpula toda

  2. Votei e votarei nele, mas essas brigas que ele faz com agentes do próprio governo mostram seu despreparo para o posto que exerce. Um PR não tem que discutir um assunto tão técnico como esse. Eu , como professor de Medicina, acho uma insanidade vacinar aleatoriamente a população infantil. Não cabe a ele discutir isso

    1. É mesmo uma insanidade, mas como vivemos numa balbúrdia como essa que os juristas chamam de distopia eu já diria que se trata de uma anomia o termo mais adequado, as pessoas mais indicadas a dar o veredito são impedidas de exercer seus conhecimentos técnicos e qualquer juiz mequetrefe é quem decide o que deverá ser feito. Esse negócio já saiu de controle há muito tempo, já virou uma zona.

  3. Não dá para esperar algo vindo dessa população acovardada, inclusive desconfio que terão muitos pais ansiosos por essa vacina nos braços de seus filhos, então dificilmente haverá um consenso com relação a isso. A solução seria a meu ver, liberar esse “imunizante” que não imuniza absolutamente nada como já está demonstrado, para quem quiser aplicar em sua prole. Então não há muito mais a dizer sobre isso daí. Libera geral, porém sem forçar a barra para quem não quer entrar nessa conversa aí.

  4. É tanta grana e são tantos canalhas envolvidos que nem quero comentar, está bem na hora dessa gente bronzeada mostrar seu valor, ficar dia e noite chamando supostos juízes de calhordas arriscando o próprio rabo e ver isentões postando amenidades e subjetividades já deu no saco.

  5. Isso eu já vinha percebendo. Mas não é um caso isolado.

    O STF tem esvaziado, sistematicamente, o Poder Executivo. Como não existe vazio de poder, várias entidades têm lançado sombra sobre a autoridade constitucional do Presidente e de seus Ministros, com a certeza de que num embate jurídico sairão vitoriosas devido ao já assumido viés da Corte. E o governo, também sabendo disso, nem se motiva a judicializar os conflitos.

    Tudo começou quando foi tirada do governo federal a autoridade para definir e coordenar o enfrentamento da pandemia – um absurdo. Foi naquele momento que o país, praticamente, se desintegrou. No Brasil de hoje, todo mundo é autoridade, menos o governo federal, segundo a nova Constituição criada pelo Judiciário.

    Tenho certeza de que eu não sou o único que tem olhos para ver, e isso está claro como a luz do Sol.

    1. O mundo todo temendo pelo que havia de vir com a pandemia, Itália, França em lockdown e o bozo brincando
      Tenho histórico de atleta
      Gripezinha
      Histeria.

      200 milhões de brasileiros a mercê do desconhecidos e NADA foi feito pelo excrementissimo. Não fosso o STF talvez não tivéssemos vacinas até hoje e esses 700 mil mortos ( que ais olhos dos negacionistas parece pouco) poderia ter facilmente se milhões.

      O STF não impediu ele de agir, impediu ele de atrapalhar a ação de governadores é prefeitos, que com 100% das UTI ocupadas não via outra solução a nao ser a restrição da locomoção de pessoas para conter o avanço da contaminação

      1. Gilmar
        Negacionista é o cu da sua mãe! Você mente, distorce e inventa , seu excremento do satanás!

  6. Qualquer brasileiro que busque reparação por perda de filho ou parente por conta dos efeitos adversos da vacina tem que obrigatoriamente parar primeiramente neste senhor e a agência que representa.

  7. Ok, notícia repaginada, novo comentário.
    Barra Torres foi promovido ao posto de contra-almirante, o terceiro mais alto da corporação, em 2015. Governo Dilma.
    Semper fi.

      1. Que ciência é essa que não tem análise de dados?
        Quaquer um que faça uma mínima análise, verificará que as vacinas não tem eficácia, as provas aparecem todos os dias, a última são os cruzeiros marítimos onde todos estavam vacinados.

      2. A outra opção era pior. E as outras desse ano são piores também

      3. Outra coisa. O que é negacionista? Quem nega a ciência? Se quem nega a ciência é negacionista, são negacionistas aqueles que defenderam e defendem fechamentos/lockdown, quem defende vacinas atuais contra cepa ômicron, quem defende vacinar menores sem comorbidades contra covid com uma vacina ajustada para cepa original, que talvez nem exista mais no Brasil

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.