Bolsonaro determina ações complementares de apoio aos Estados

Medidas ficarão a cargo do ministro-chefe da Casa Civil, Walter Braga Netto, que gere um comitê que acompanha os impactos da pandemia
-Publicidade-
Presidente da República, Jair Bolsonaro
Presidente da República, Jair Bolsonaro | Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro determinou que sejam articuladas ações complementares de apoio aos Estados que solicitarem ajuda do governo federal no combate à covid-19. A medida foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira, 8.

As medidas ficarão a cargo do ministro-chefe da Casa Civil, Walter Braga Netto, que, desde março, foi escalado para gerir um comitê de crise que supervisiona e monitora os impactos da pandemia no país. O grupo é formado por todos os ministros do governo, além dos presidentes da Caixa, do Banco do Brasil, do BNDES e da Anvisa.

Leia mais: “PF pede indiciamento de governador do Pará por compra irregular de respiradores”

-Publicidade-

“Sem interrupção das ações em curso e do apoio já prestado pelo Ministério da Saúde, articule as ações complementares de toda a administração pública federal em auxílio aos Estados e ao Distrito Federal”, afirma o despacho.

A medida deve ampliar o diálogo dos Estados com o Planalto. Desde o início da pandemia, Bolsonaro tem criticado governadores e prefeitos que estão adotando medidas de fechamento do comércio para tentar conter o avanço da pandemia.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.