Bolsonaro: empresários vão ajudar a aprovar PEC dos Precatórios e reforma administrativa

Segundo o presidente, compromisso ocorre após o governo decidir manter a desoneração da folha
-Publicidade-
Presidente Jair Bolsonaro durante live | Foto: Reprodução/Redes Sociais
Presidente Jair Bolsonaro durante live | Foto: Reprodução/Redes Sociais

Na live desta quinta-feira, 11, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que, após decidir manter a desoneração da folha de pagamento até 2023, empresários assumiram o compromisso de ajudar na aprovação da PEC dos Precatórios e da reforma administrativa.

O presidente destacou que, com a desoneração, o governo deixa de arrecadar quase R$ 8 bilhões por ano, mas que trata-se uma medida bem-vinda porque representa “mais geração de empregos”.

-Publicidade-

Ele anunciou a manutenção do benefício mais cedo, durante o lançamento de um programa de combate à fome. Ao falar da desoneração, afirmou que “emprego é alimentação”.

A medida, que atende os 17 setores da economia que mais empregam, perderia a validade no fim deste ano. Entre os segmentos beneficiados estão o têxtil, o da construção civil, o de comunicação e o de transporte rodoviário.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.