-Publicidade-

Bolsonaro oficializa comitê de enfrentamento da pandemia

Incialmente, o grupo atuará por 90 dias, podendo o prazo ser prorrogado
Presidente Jair Bolsonaro, presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, e outras autoridades | Foto: Marcos Corrêa/PR
Presidente Jair Bolsonaro, presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, e outras autoridades | Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro oficializou, por meio de decreto publicado no Diário Oficial da União nesta sexta-feira, 26, a criação do Comitê de Coordenação Nacional para Enfrentamento da Pandemia da covid-19. O grupo havia sido anunciado na quarta-feira 24 após encontro entre chefes dos Poderes e outras autoridades.

Incialmente, o comitê terá duração de 90 dias, podendo o prazo ser prorrogado. O coordenador dos trabalhos será o presidente da República. Também integrarão a equipe os presidentes do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), e da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e, na condição de observador, autoridade designada pelo Conselho Nacional de Justiça.

Leia mais: “Lira articula-se para ficar mais próximo dos chineses”

A Secretaria-Executiva será exercida pelo Ministério da Saúde. Autoridades representantes de órgãos e entidades, públicos e privados, e especialistas de notório conhecimento poderão ser convidados a participar das reuniões.

O comitê é uma instância de discussão entre os Poderes da República e os Estados para a articulação de medidas de combate à pandemia em âmbito nacional, bem como o enfrentamento dos problemas econômicos, fiscais, sociais e de saúde decorrentes dela.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.