Bolsonaro: quando um do STF começa a ‘dar problemas’, ministros devem conversar com ele

'Alguns de nós, somos humanos, extrapolamos', disse o presidente
-Publicidade-
Presidente Jair Bolsonaro | Foto: Alan Santos/PR
Presidente Jair Bolsonaro | Foto: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira, 2, que quando um do Supremo Tribunal Federal começa a “dar problemas”, “o presidente da Corte ou os seus pares devem conversar com ele.

“Alguns de nós, somos humanos, extrapolamos. Não podemos ficar reféns de um do Parlamento, um do Executivo ou um do Supremo Tribunal Federal. Essa é a harmonia”, disse o presidente em evento no Palácio do Planalto.

Leia mais: “Supremo está atento e vigilante neste 7 de Setembro, diz Fux”

-Publicidade-

“Quando um do meu ministério está dando problema, como já  tive, chama, conversa, e nos acertamos. Quando um da Câmara ou do Senado está dando algum problema é comum o líder partidário, o presidente da Câmara conversar com o parlamentar. Quando um do Supremo Tribunal Federal começa a dar problemas, com toda certeza, o presidente ou os seus pares devem conversar com ele”, afirmou o presidente.

Bolsonaro disse que todos os artigos da Constituição devem ser respeitados. “Principalmente o artigo 5º, o direito de ir e vir, o direito ao trabalho, o direito a ter uma religião”. Ele também destacou a importância da liberdade de expressão.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

3 comentários

  1. Na minha modesta opinião, a atual situação não tem mais ➕ jeito. NÃO adianta fazer acordo ou se aproximar do adversário. Se os verde oliva não ajudar e botar os bandidos pra correr o Brasil irá para o brejo.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro