Bolsonaro sanciona lei do ambiente de negócios

Texto traz inúmeras inovações e reduz a burocracia para empresas
-Publicidade-
Ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira; presidente da República, Jair Bolsonaro; e ministro da Economia, Paulo Guedes | Foto: Alan Santos/PR
Ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira; presidente da República, Jair Bolsonaro; e ministro da Economia, Paulo Guedes | Foto: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro sancionou nesta quinta-feira, 26, a lei que tem origem na medida provisória do ambiente de negócios. O texto tem o objetivo de modernizar o ambiente de negócios no Brasil, e houve poucos vetos.

O Planalto destaca que a lei traz inúmeras inovações e reduz a burocracia para empresas, como procedimentos para abertura de estabelecimentos, comércio exterior e execução de dívidas.

Leia mais: “Lira diz não ver com preocupação atos marcados para 7 de Setembro”

-Publicidade-

Segundo o Ministério da Economia, em termos práticos, estima-se que a melhoria do ambiente de negócios possa ter um impacto econômico significativo no longo prazo, com a possibilidade de aumento do PIB, crescimento da produtividade do trabalhador e atração de investimento estrangeiro direto no Brasil.

“Máquina de desburocratizar”

Em entrevista publicada na edição desta semana da Revista Oeste, o secretário especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos Da Costa, detalha o projeto.

“Criamos uma máquina de libertar o empreendedor, de desburocratizar, uma máquina de desfazer aquilo que atrapalha, corrigir aquilo que foi feito de mal no passado e preparar para o futuro”, afirmou Carlos Da Costa.

O secretário destaca que uma das maiores inovações é a emissão automática, sem avaliação humana, de licenças e alvarás de funcionamento para atividades consideradas de risco médio.

Índice Doing Business

Hoje, o Brasil está na 124ª posição no índice Doing Business, do Banco Mundial, que mensura o ambiente de negócios em 191 nações. O Brasil está atrás de países como Senegal, Gana e Egito. O governo estabeleceu uma meta de, até 2022, colocar o Brasil entre os 50 melhores países para fazer negócios.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro