Jorge Oliveira deve ser substituto de Moro no Ministério da Justiça

Atual ministro da Secretaria-Geral da Presidência se reuniu neste sábado como o presidente Jair Bolsonaro no Palácio da Alvorada.
-Publicidade-
Foto: Carolina Antunes/PR
Foto: Carolina Antunes/PR

Atual ministro da Secretaria-Geral da Presidência se reuniu neste sábado com o presidente Bolsonaro no Palácio da Alvorada

Foto: Carolina Antunes/PR
-Publicidade-

Nesta segunda-feira, 27, o presidente Jair Bolsonaro deve anunciar o atual ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Oliveira, como novo ministro da Justiça e Segurança Pública, vaga aberta após a demissão de Sergio Moro na última sexta-feira. A informação é do jornal Folha de S.Paulo.

Oliveira, assim como Alexandre Ramagem, o possível escolhido para a a diretoria-geral da Polícia Federal no lugar de Maurício Valeixo, é homem de confiança tanto do presidente como dos filhos dele. O pai do futuro ministro trabalhou 20 anos para Bolsonaro quando ele era deputado, e o próprio Jorge Oliveira assessorou tanto o presidente na Câmara quanto o filho Eduardo.

Oliveira se mostrou resistente, mas, após conversa com o presidente nesta manhã no Palácio da Alvorada, aceitou assumir a pasta.

 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

4 comentários

  1. Eu não votei em Moro, apesar de admirar o trabalho que fez na Justiça em Curitiba, e de tudo o que se descobriu com a Lava Jato, ele era um Ministro de Estado…o presidente é Jair Bolsonaro. Eu votei numa proposta de direita – conservadora nos costumes e liberal na economia e para dizer a verdade não tenho certeza de que seja essa a plataforma do ex-ministro. a) Nunca se pronunciou contra o aborto e é sabido que é contra a legalização da posse e porte de armas b) Não fez absolutamente nada e pouco se pronunciou a respeito dessa desgraceira que os sabujos dos desgovernadores e imperfeitos estão causando ao país e particularmente aos mais pobres c) Nem uma palavra a respeito de prisões de inocentes de forma covarde e fora da lei apenas por que querem treinar natação na praia d) Esforço nenhum para desvendar o caso Adelio, o caso do porteiro do condominio, e) Quando decide sair, o faz na pior hora possível, quando o país atravessa uma crise imensa e ele cria a crise em cima da crise, para quê???? Por causa de seu “amiguinho” Valeixo….ahmmmm! Então tá…o orgulho ferido de quem não sabe que o Planalto não é Curitiba, joga tudo para o ar por causa do amigo…Apesar de minha admiração pelo seu trabalho, agora esse cidadão jogou tudo para baixo! È como se diz: o poder subiu-lhe à cabeça. Começaram a cantar em seu ouvido que ele poderá ser o candidato para 2022……Afinal, Covidoria e Wtizel Goebels, por razões óbvias estão fora do páreo, escutem só: TENHO CERTEZA QUE MAIA, FHC e outros vagabundos falaram para ele que vão jogar do lado dele em 22 e que era melhor ele sair fora de um governo (que na visão deles) vai ser destruído (pelo menos isso é o que eles estão tentando fazer)…e aí, claro, quem será a alternativa….quem?…quem?…quem?…
    Resultado: se mostrou um traidor, oportunista, aproveitador e mentiroso! Tá falado!!!

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site