-Publicidade-

PSL vai contra Bivar e confirma apoio a Arthur Lira

Comando do partido havia selado acordo à candidatura de Baleia Rossi
Plenário da Câmara dos Deputados
Plenário da Câmara dos Deputados | Foto: Divulgação

Mudança de lado em meio ao período de campanha para a eleição presidencial da Câmara dos Deputados. Nesta quinta-feira, 21, o PSL trocou formalmente de posicionamento. Em vez de aparecer no bloco em apoio à candidatura de Baleia Rossi (MDB-SP), que conta com adesões de Rodrigo Maia (DEM-RJ) e do PT, a legenda passou a integrar a base em prol do nome de Arthur Lira (PP-AL).

Leia mais: “Presidenta da Câmara não pode ser líder da oposição, diz Marcelo Ramos”

Inicialmente, o apoio do PSL a Rossi havia sido firmado por Luciano Bivar, deputado federal por Pernambuco e presidente nacional do PSL. Líder da sigla, Felipe Francischini, do Paraná, também tinha concordado com o apoio ao aliado de Maia. Ainda em 2020, no entanto, alguns parlamentares da legenda criticaram a decisão, reforçando a relação do emedebista com o atual presidente da Casa e partidos da esquerda.

Nos últimos dias, o grupo que conta com 36 dos 53 deputados federais do PSL foi além de reclamar. Os dissidentes movimentaram-se politicamente, colheram assinaturas e formalizaram a mudança de lado na disputa pelo comando da Câmara. O fato acabou reconhecido pela mesa diretora da Casa. A conformação da mudança de lado rendeu comemoração por parte de Lira. “Prevaleceu a vontade dos deputados”, publicou o candidato a presidente da Câmara em seu perfil no Twitter.

Críticas a Maia

Considerado o organizador da dissidência do PSL contra o candidato apoiado por Rodrigo Maia, Vítor Hugo (PSL-GO) criticou abertamente o ainda presidente da Câmara dos Deputados. De acordo com o parlamentar de Goiás, o integrante do DEM tentou colocar “todo tipo de dificuldade” em relação à saída do partido do bloco de Baleia Rossi. “Ele [Maia] quer nos transformar em parlamentares de segunda classe”, lamentou Vítor Hugo em relação ao fato de aparecer na lista de deputados que, oficialmente, estão afastados do PSL.

Também contra o apoio firmado por Luciano Bivar a Rossi, Carla Zambelli divulgou a lista com os nomes dos deputados que assinaram a adesão ao bloco de Arthur Lira.

psl - lista de dissidentes
Foto: Reprodução/Twitter

Leia também: “O que está em jogo no Senado”, reportagem de Silvio Navarro e Afonso Marangoni publicada na Edição 43 da Revista Oeste.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

  1. De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto.
    EM BREVE DEIXAREMOS ESTE TRISTE PENSAMENTO DE RUI BARBOSA DEIXAR DE NOS ASSUSTAR.
    Uma excelente oportunidade está sendo dada aos fisiologistas do congresso – em especial presidentes de partidos políticos, que nos fizeram entender serem essas agremiações políticas meras ORCRIMS – para que se redimam dos conchavos e acordões que imperaram após a revolução comunista de 1.988.
    É certo que qualquer um grupo, seja Centrão ou quem seja, está ciente de que um apoio do governo central, pela sua postura ereta, correta, dá-lhes credenciais para irem doravante no sentido de apoio às nossas mais famigeradas pautas, inclue-se o voto eletrônico e impresso, a votação da PEC da bengala, a PEC da prisão em segunda instância, isto pelo menos, recuperando o atraso imposto pelos comunistas Rodrigo Maia e membros do STF.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês