Capitão Augusto retira candidatura em favor de Arthur Lira

Em nota, deputado fala em "voto útil contra a esquerda"
-Publicidade-
Deputado Capitão Augusto
Deputado Capitão Augusto | Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

O deputado federal Capitão Augusto (PL-SP) anunciou neste sábado, 30, que vai retirar a candidatura à presidência da Câmara em favor de Arthur Lira (PP-AL). Ele afirmou que decidiu juntar-se ao seu partido e ao governo Bolsonaro.

Em nota, o parlamentar disse que se manteve na disputa acreditando “no voto secreto e na renovação da Câmara”. Ele afirmou, no entanto, ter percebido que a polarização restringiu o debate e os votos a somente dois candidatos.

Leia mais: “Na reta final, Lira e Baleia intensificam articulações”

-Publicidade-

Capitão Augusto reforçou seu compromisso com as frentes parlamentares “da Segurança, Corrupção, Família e Cristã”.

“Ouvi de dezenas de deputados dessas bancadas que gostariam de votar em mim, mas teriam que se valer do voto útil contra a esquerda, inviabilizando dessa forma qualquer chances de ir para um segundo turno”, destacou.

O deputado fez referência a candidatura de Baleia Rossi (MDB-SP) que é articulada pelo atual presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e conta com o apoio de partidos de esquerda, como o PT. Com a saída de Capitão Augusto, outros oito candidatos estão no páreo, mas apenas dois tem chances reais de vitória.

Nota na íntegra

“COMUNICADO

Logo no início do ano passado lancei minha candidatura baseada nas Frentes Parlamentares da Segurança, Corrupção, Família e Cristã, acreditando no voto secreto, na renovação da Câmara e nessas bancadas temáticas.

Porém, nos últimos dias, percebi que a polarização política na Câmara dos Deputados restringiu o debate e os votos a somente 2 candidatos, ouvi de dezenas de deputados dessas bancadas que gostariam de votar em mim, mas teriam que se valer do voto útil contra a esquerda, inviabilizando dessa forma qualquer chances de ir para um segundo turno.

Dessa forma, juntamente com minha equipe, decidimos retirar minha candidatura à Presidente da Câmara e juntar-se ao meu Partido Liberal e ao Governo Bolsonaro.

Brasília, 30 de janeiro de 2021.

CAPITÃO AUGUSTO
DEPUTADO FEDERAL”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

7 comentários Ver comentários

  1. Recriar 3 ministérios pra conseguir eleger um presidente da Câmara, sem ter a menor garantia de fidelidade é um tiro no escuro. Francamente, Bolsonaro está de joelhos pro Centrão e nas mãos do Ramos.
    Se Ramos quiser tomar o poder será fácil, fácil!

  2. Não confio no Arthur Lira, aliás não se pode confiar no CENTRÃO. Mas não sei o que é pior, o poste Baleia ou o Lira na presidência da Câmara.
    Espero que Bolsonaro não ajude a eleger mais um Cavalo de Troia, estamos cansados de sabotadores do Brasil.

  3. Fez o certo. Qualquer um que seja apoiado pelo Maia não é bom para o Brasil. Que o Lira vença e faça uma excelente gestão da Câmara, pois o Brasil precisa voltar a crescer.

  4. A união será nossa única saída
    Se não apoiarmos esse governo, que luta contra tudo o que ruim para país, não teremos um futuro promissor

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.