CE: operação investiga irregularidades em campanha eleitoral de 2018

Candidata recebeu R$ 274 mil do Fundo Eleitoral, porém só obteve 47 votos e não se elegeu.
-Publicidade-
Polícia Federal cumpre mandados de busca e apreensão na sede do PROS no Ceará | Foto: LETÍCIA LIMA/SVM
Polícia Federal cumpre mandados de busca e apreensão na sede do PROS no Ceará | Foto: LETÍCIA LIMA/SVM | pf, ceará, operação spectrum, pros, deputada estadual, eleições 2018, fraude eleitoral

Candidata recebeu R$ 274 mil do Fundo Eleitoral, porém só obteve 47 votos e não se elegeu

pf, ceará, operação spectrum, pros, deputada estadual, eleições 2018, fraude eleitoral
Polícia Federal cumpre mandados de busca e apreensão na sede do PROS no Ceará | Foto: LETÍCIA LIMA/SVM
-Publicidade-

A operação Spectrum, deflagrada pela Polícia Federal (PF), cumpre nesta segunda-feira, 14, oito mandados de busca e apreensão na sede do Partido Republicano da Ordem Social (PROS) no Ceará.

A investigação tem como alvo uma candidata a deputada estadual que recebeu R$ 274 mil do Fundo Eleitoral, mas só obteve 47 votos nas urnas e não conseguiu se eleger. Assim, cada voto teve um custo de R$ 5.844,50, 547,65% maior do que a média de custo dos outros candidatos da mesma legenda.

O nome da candidata não foi revelado.

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE)  e outros sistemas de dados da PF, a pessoa em questão recebeu muito mais recursos que todos os outros candidatos do partido, inclusive os que foram eleitos.

“A operação tem por objetivo a coleta de mais provas e dados, inclusive identificação dos responsáveis pela possível fraude contra o Fundo Eleitoral, da verba destinada às candidaturas das mulheres”, informou nota emitida pela PF.

Caso confirmados, os fatos configuram crime eleitoral de apropriação de financiamento eleitoral, que implica em prisão de dois a seis anos e multa.

 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

  1. E ainda tem um ex ministro q diz q foi abandonada a agenda anticorrupção. Só se anticorrupção seja só p o PT e não atingir o PSDB. Aliás dêem uma olhada nos partidos dos prefeitos presos, é o retrato do Brasil. Não votem em políticos (vereados e prefeitos) desses partidos. Tirem a representatividade desses partidos, começando por seu município.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site