Celso de Mello prorroga inquérito que apura se Bolsonaro interferiu na PF

Um dia antes de o Supremo Tribunal Federal entrar em recesso, ministro deu sobrevida de 30 dias à investigação
-Publicidade-
O ministro do STF Celso de Mello | Foto: DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL
O ministro do STF Celso de Mello | Foto: DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL | O ministro do STF Celso de Mello | Foto: DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL

Um dia antes de o Supremo Tribunal Federal entrar em recesso, ministro deu sobrevida de 30 dias à investigação

celso de mello
O ministro do STF Celso de Mello | Foto: DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL

Um dia antes de entrar de férias, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello prorrogou ontem, por mais 30 dias, o inquérito sobre a suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal (PF). A suspeita veio à tona depois que Sergio Moro deixou o governo.

-Publicidade-

Leia também: Acusações de Moro são frágeis e não evidenciam interferência de Bolsonaro na PF

Assim sendo, a decisão atendeu a um pedido da PF, que viu a necessidade de novas diligências na apuração. A solicitação foi direcionado ao ministro do STF em maio pela chefe do Serviço de Inquéritos da Diretoria de Investigação e Combate ao Crime Organizado, Christiane Correa Machado.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

7 comentários Ver comentários

  1. O Pavão de Tatuí insiste. Ele quer se manter sob os holofotes até novembro, mes em que o Brasil que tem vergonha irá comemorar muito. Tic-tac-tic-tac…..

    1. A obsessão não é de Celso, mas de Moro! Quem tem que provar as “interferências” é a PF do Moro em Curitiba. A CONDUÇÃO DAS INVESTIGAÇÕES É DO SERGIO MORO E NÃO DO CELSO.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.