Comissão da Alerj se reúne para definir futuro de Witzel

Governador foi afastado porque desviou recursos destinados à luta contra o coronavírus, conforme a Justiça
-Publicidade-
Wilson Witzel: líder de organização criminosa, de acordo com a PGR | Foto: WILTON JÚNIOR/AGÊNCIA ESTADO
Wilson Witzel: líder de organização criminosa, de acordo com a PGR | Foto: WILTON JÚNIOR/AGÊNCIA ESTADO | witzel - denunciado pela pgr - organização criminosa

Governador foi afastado porque desviou recursos destinados à luta contra o coronavírus, conforme a Justiça

comissão
Wilson Witzel: líder de organização criminosa, de acordo com a PGR | Foto: WILTON JÚNIOR/AGÊNCIA ESTADO
-Publicidade-

Os deputados da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro retomam nesta quinta-feira, 17, os trabalhos da comissão que discute o impeachment do governador afastado Wilson Witzel (PSC-RJ). Basta a maioria simples dos deputados (13 dos 25 membros da comissão) dizer “sim” ao parecer do relator, Rodrigo Bacellar, de modo que o procedimento avance. Nessa hipótese, na semana que vem, o relatório vai para a análise e votação de todos os membros da Casa, em plenário. Lá, será necessário receber dois terços dos votos de todos os deputados (47) para ser aprovado.

Witzel foi afastado do cargo por decisão do Superior Tribunal de Justiça, depois da Operação Tris In Idem, que investiga supostos desvios em recursos da saúde do Estado do Rio de Janeiro. Conforme a Justiça, Witzel lidera uma “sofisticada organização criminosa”. Ele é citado em fraudes nas compras emergenciais de equipamentos destinados à luta contra a covid-19. A investigação apura o recebimento de propina de R$ 554,2 mil por meio do escritório de advocacia da esposa dele, Helena Witzel. Contudo, apesar das acusações, o governador garante que é inocente.

Leia também: “Quem é Cláudio Castro e como ele se tornou governador do RJ”

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comments

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site