Contratos de trabalho poderão ser suspensos por 4 meses

No período, o empregado deixa de trabalhar, e o empregador não pagará salário. Segundo o texto, o empregador poderá conceder uma ajuda compensatória mensal, "sem natureza salarial", "com valor definido livremente entre empregado e empregador, via negociação individual".
-Publicidade-
Foto: Isac Nóbrega/Presidência da República
Foto: Isac Nóbrega/Presidência da República

A medida foi tomada em função dos reflexos da pandemia de coronavírus na economia brasileira

O presidente Jair Bolsonaro editou uma Medida Provisória autorizando a suspensão do contrato de trabalho por até quatro meses.

-Publicidade-

O texto foi publicado no Diário Oficial da União na noite deste domingo, 22.

No período, o empregado deixa de trabalhar, e o empregador não pagará salário.

A empresa será obrigada a oferecer curso de qualificação online ao trabalhador e a manter benefícios, como plano de saúde.

A MP vale por 60 dias, prorrogáveis pelo mesmo prazo, até que seja apreciada pelo Congresso e, se não for votada, perde a validade.

Está previsto que o empregador poderá conceder uma ajuda compensatória mensal, “sem natureza salarial”, “com valor definido livremente entre empregado e empregador, via negociação individual”.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.