Coronavírus: declaração de Eduardo Bolsonaro provoca crise diplomática com a China

O embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, subiu o tom contra Eduardo Bolsonaro
-Publicidade-
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Embaixador no Brasil exige que o deputado se retrate

A declaração do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) culpando a China pela pandemia de coronavírus gerou uma reação dura do governo chinês.

-Publicidade-

Pelo Twitter, a Embaixada da China no Brasil disse que o filho do presidente Jair Bolsonaro “contraiu vírus mental” em Miami:

“As suas palavras são extremamente irresponsáveis e nos soam familiares. Não deixam de ser uma imitação dos seus queridos amigos. Ao voltar de Miami, contraiu, infelizmente, vírus mental, que está infectando a amizades entre os nossos povos.”

A página oficial ainda completou:

“Lamentavelmente, você é uma pessoa sem visão internacional nem senso comum, sem conhecer a China nem o mundo. Aconselhamos que não corra para ser o porta-voz dos EUA no Brasil, sob a pena de tropeçar feio.”

O embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, também subiu o tom contra Eduardo Bolsonaro, dizendo:

A China é o principal parceiro comercial do Brasil, segundo o Itamaraty.

 

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.