Ao Vivo

CPI da Covid ouve hoje o advogado Marcos Tolentino

Homem é apontado como 'sócio oculto' de empresa que deu garantia pela vacina indiana Covaxin
-Publicidade-
Companhia no olho do furacão nega irregularidades
Companhia no olho do furacão nega irregularidades | Foto: Pedro França/Agência Senado

Marcos Tolentino, advogado e empresário, presta depoimento nesta terça-feira, 14, na Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid-19. O homem é apontado como “sócio oculto” do FIB Bank. A instituição financeira ofereceu carta-fiança de R$ 80,7 milhões no contrato firmado entre a Precisa Medicamentos e o Ministério da Saúde para a compra da Covaxin. A CPI suspeita que haja irregularidades na garantia oferecida para que o negócio se concretizasse.

Outro ponto a ser abordado é o capital da empresa. Os donos do FIB Bank alegaram ter patrimônio de R$ 7,5 bilhões, dividido em dois terrenos, sendo que uma única propriedade é indicada com valor de R$ 7,2 bilhões. À CPI, o FIB Bank enviou um ofício em que ressalta que Tolentino “não exerce qualquer cargo ou função na administração da companhia, tampouco integra o seu quadro de acionistas”, além de negar quaisquer tipos de fraudes.

Assista ao depoimento

-Publicidade-

Leia também: “A CPI virou um monstro”, artigo de Silvio Navarro publicado na Edição 72 da Revista Oeste

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro