CPI da Covid: Randolfe quer ouvir Mandetta, Teich e Pazuello

Senador afirmou ser "razoável pensar" que o colegiado seja instalado na próxima quinta-feira, 22 de abril
-Publicidade-
Senador Randolfe Rodrigues | Foto: Reprodução
Senador Randolfe Rodrigues | Foto: Reprodução

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) quer ouvir, na CPI da Covid, os ex-ministros da Saúde do governo Bolsonaro: Luiz Henrique Mandetta, Nelson Teich e Eduardo Pazuello. “É inevitável porque eles foram os gestores da política de saúde no decorrer do enfrentamento da pandemia”.

Em coletiva de imprensa virtual, Randolfe Rodrigues, que foi autor do pedido de CPI, afirmou ser “razoável pensar” que o colegiado seja instalado na próxima quinta-feira, 22 de abril. A primeira reunião será presencial definirá presidente e relator.

Leia mais: “CPI da Covid deve ser presencial, mas Pacheco abre possibilidade para atividades remotas”

-Publicidade-

O senador da Rede, que é opositor ao governo Bolsonaro, indicou que quer ser o presidente da Comissão, mas que está a disposto a exercer outras funções. “É uma tradição, não é uma regra”, reconheceu. O Palácio do Planalto articula para que a oposição não fique nem com a presidência nem a relatoria.

Randolfe Rodrigues disse não ver problema em a CPI apurar irregularidades em repasses de recursos federais para Estados e municípios. “Não é uma CPI contra pessoas, é uma CPI para apurar fatos”, afirmou.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

5 comentários Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.