CPI é sinônimo de farsa de terceira categoria

A comissão inventada, agora, para 'apurar responsabilidades' na administração da covid-19 promete ser um exagero em matéria de hipocrisia, desonestidade e mentira pura e simples
-Publicidade-
A única coisa que realmente deveria ser apurada: a roubalheira desesperada à qual Estados e municípios se dedicam há mais de um ano
A única coisa que realmente deveria ser apurada: a roubalheira desesperada à qual Estados e municípios se dedicam há mais de um ano | Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

(J. R. Guzzo, publicado no jornal Gazeta do Povo em 19 de abril de 2021)

Comissões parlamentares de inquérito, de qualquer nível e para qualquer finalidade, são possivelmente o maior clássico em matéria de fraude que a vida pública brasileira criou nos últimos 500 anos. Ao contrário do boi, nada se aproveita de uma CPI.

Jamais as investigações de deputados e senadores investigam realmente alguma coisa e, com certeza, jamais descobrem o que os seus criadores e participantes prometem descobrir. Na melhor das hipóteses, são pura perda de tempo e desperdício acintoso de dinheiro público. Na pior, e mais frequente, são apenas uma ferramenta para fazer chantagem. Em qualquer dos casos, CPI é sinônimo de farsa, e farsa de terceira categoria. Um drama de circo teria vergonha de oferecer ao distinto público algo tão ruim.

-Publicidade-

Mesmo com esse histórico, a CPI inventada, agora, para “apurar responsabilidades” na administração da covid-19 promete ser um exagero em matéria de hipocrisia, desonestidade e mentira pura e simples. Não há absolutamente nada de concreto e objetivo a apurar — salvo, é óbvio, a única coisa que realmente deveria ser apurada: a roubalheira desesperada à qual Estados e municípios se dedicam há mais de um ano, desde que receberam do STF a autonomia total para cuidar da epidemia e, por força da situação de emergência, ganharam o direito de fazer compras sem licitação.

Mas essa investigação, justamente, os parlamentares que agem no submundo do Congresso não querem fazer. Ladroagem e incompetência, só se for federal; a corrupção que de fato existe, a estadual e municipal, tem de continuar protegida.

Nada representa tão bem o espírito da coisa quanto as ameaças feitas por um dos pretendentes mais agitados à presidência da CPI. É uma obra-prima. O homem, representante do Amazonas, afirmou em público — e foi levado altamente a sério por muito jornalista — que o governo federal “não fez nada para evitar a entrada do vírus no Brasil”. Acredite se quiser: foi isso mesmo que ele disse, e é em cima dessa razão que ele quer processar o governo, certamente por genocídio.

Como assim, “não impediu”? E qual dos 200 países do mundo conseguiu impedir? Estados Unidos? Inglaterra? Austrália? A Europa supercivilizada? A África? O que ele sugere como explicação para os 3 milhões de mortes que a covid-19 causou no mundo até agora?

A estupidez, como se sabe desde sempre na política brasileira, é livre. O curioso é a ligeireza que os colegas do deputado e o resto do “Brasil que pensa” dedicam a surtos como esse — hoje em dia está valendo tudo, decididamente. Para coroar o seu desempenho, o candidato a chefe dessa nova farsa disse que não cederia a “pressões” para incluir os Estados e municípios na CPI. É claro que não: seu Estado, o Amazonas, é um daqueles em que mais se roubou por conta da epidemia.

Manaus descobriu-se de repente sem balões de oxigênio — pela simples razão de que os governos locais, que têm a responsabilidade direta pelo sistema hospitalar público, só foram se lembrar do problema quando as pessoas estavam morrendo por falta de ar. Mas o deputado não aceita “pressões”. CPI, só nos outros.

Leia também: “A aglomeração dos invisíveis”, reportagem publicada na Edição 56 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

17 comentários Ver comentários

  1. Mestre Guzzo, faça urgentemente matéria com os bons jornalistas que convive na revista oeste, jovem pan, gazeta do povo, um comparativo da LETALIDADE observada nas internações hospitalares para pacientes com COVID em São Paulo nos hospitais privados, e compare-os nos hospitais públicos e de campanha estaduais e municipais que receberam vultosos recursos financeiros, para fornecer aos senadores sérios e honrados ou ao presidente Rodrigo Pacheco essas informações de claramente demonstrarão quem são os genocidas neste pais. Creio importante para desmascarar essa CPI ELEITOREIRA DA PANDEMIA DO RANDOLFE, RENAN, TASSO, e outros inúteis.
    Para tanto, basta assistir entrevista dada ao Dr. Salim, pelo diretor geral do hospital Sírio Libanês Dr. Paulo Chap Chap à BandNews em março/21, que demonstra como obtiveram baixa letalidade até para casos graves de UTI, portanto salvando vidas. A proposito, São Paulo é o centro medico hospitalar de referência mundial e ao mesmo tempo o Estado com maior letalidade no pais.
    Importante lembrar também que muitas dessas celebridades politicas vem em seus jatinhos tratar sua saúde no hospital Sírio Libanês como o tucano (já fui) ex prefeito de Manaus, Arthur Virgílio.

  2. Sr. J.R.Guzzo, não sei se o Sr lê algum comentário. Não pertenço a grupos, não uso nenhuma mídia social. Gostaria de dividir uma preocupação, que não tem nada de científico, como está na moda, mas o cerco ao Presidente Bolsonaro, por meio de parte da mídia, do Parlamento e especialmente do STF está criando um caldo de cultura de desalento que pode explodir em violência. O povo comum que trabalha, interpreta isso como falta de dinheiro para corrupção.

  3. Tanta coisa urgente para si fazer, mas agora que saiu o Nhonho da presidência da Câmara. Eles vão votar, reforma política? Reforma administrativa? Não! Vão armar o circo para uma investigação parcial dos fatos. E nesse circo o palhaço é o povo.

  4. =>”Nada representa tão bem o espírito da coisa quanto as ameaças feitas por um dos pretendentes mais agitados à presidência da CPI. É uma obra-prima. O homem, representante do Amazonas, afirmou em público — e foi levado altamente a sério por muito jornalista — que o governo federal “não fez nada para evitar a entrada do vírus no Brasil”. Acredite se quiser: foi isso mesmo o que ele disse, e é em cima dessa razão que ele quer processar o governo, certamente por genocídio.”<=.

    Essa CPI, forjada por marginais, com fins óbvios de mais uma tentativa para retirar o Presidente da República, independentemente da realidade que cerca a Pandemia, só vingou por conta de um STF composto por cidadãos mal preparados e limitados de meliantes militantes ativos de esquerda, que junto aos corruptos de ordem geral e com parte idiotizada da sociedade brasileira, ainda bancam determinadas empresas de mídia, não menos venais e corruptas.

    Tudo isso consequência do descaso e omissão do brasileiro de bem, que crente, trabalhador, preocupado com a própria vida, não enxergava, embora a olhos vistos, os avanços dos medíocres, corruptos, e ignorantes alienados, com o fim de transformar a sociedade brasileira aos seus moldes.

    Como nós, a parcela do povo saudável, resolveu dar um basta à degradação sistêmica implementada por eles, em 2018 quebramos esse ciclo, colocando um homem honesto, patriota e capaz de suportar a pressão.

    O desespero da parte podre de brasileiros é escancarado e declarado, embora sem a existência de qualquer Declaração em Cartório, de autoria desses marginais, autodeclarando seus crimes contra o Brasil, contra a Constituição, a Democracia e ao povo, tal qual como inexiste, por óbvio, nenhuma Declaração de Lula registrando seus crimes em Cartório, mas tudo o que já existe, desde 2018 até agora, já nos dá mais do que razões para julgá-los criminosos, sabotadores e traidores!

    Estamos cônscios, prontos, concluídos e acabados; basta saber qual deverá ser o rumo a tomar com menos tormentas para nós e para o País!

  5. Não comento.
    Sem picadeiro prá tudo que está comprovado tratar-se de má fé e desonra impeachemada a nós, POVO BRASILEIRO DE BEM, CLASSE MÉDIA RM SUA MAIORIA, desde a revolução comunista de 1.988.
    LIBERDADE AINDA QUE TARDIA.
    A nossa prestação de contas com o congresso Nacional, um dos instrumentos mais vorazes do solapamento do nosso viver pleno.
    É urgente e urgentissimo:
    PEC DA PRISÃO EM SEGUNDA INSTÂNCIA
    PEC DA BENGALA
    VOTO IMPRESSO EM URNA ELETRÔNICA

  6. O parlamento brasileiro é composto de seres néscios e interesseiros. Não tem nenhum interesse em um Brasil grande e justo para todos. Só legisla em interesse próprio. Pobre do país que tem um parlamento como esse!

      1. O povo tb não colabora: vota em Tiririca, Juruna, Romário, Kajuru, jeepwillis, ….

  7. Estou gostando mais do Guzzo. Essa história do O² (oxigênio,2 em subscrito) é igual à da empregada que comunica, cedo de manhã: -Madame, o café acabou!.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.