Defesa de Dr. Jairinho pede que prisão seja revogada

Ex-vereador é acusado de torturar e matar enteado
-Publicidade-
Jairinho segue preso
Jairinho segue preso | Foto: Renan Olaz/Câmara Municipal do Rio de Janeiro

Braz Sant’Anna, o advogado de Jairo Souza Santos Júnior, o Dr. Jairinho, entregou a defesa do ex-vereador do Rio de Janeiro no processo que o acusa de torturar e matar o enteado, Henry Borel. A mãe do menino, Monique Medeiros, também foi denunciada pelo Ministério Público. Segundo o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, o documento ainda deve ser analisado pela juíza do caso.

Sobre a acusação do Ministério Público, a defesa do ex-vereador alega que o inquérito e sua prisão foram baseados no clamor da mídia, de maneira “açodada e tendenciosa”. O documento tenta, ainda, desqualificar Monique Medeiros e os argumentos dela em relação ao caso. A defesa de Jairinho fala em frieza e ambição da ex-professora.

Cadeia

-Publicidade-

Jairinho está preso preventivamente acusado de homicídio triplamente qualificado. A professora Monique Medeiros, mãe de Henry, também está encarcerada.

Leia também: “Câmara do Rio cassa mandato do vereador Dr. Jairinho”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site