Depois do Twitter, Facebook e Instagram censuram Trump

Perfis do presidente dos Estados Unidos estão suspensos, por 24 horas
-Publicidade-
Biden foi certificado presidente eleito dos EUA
Biden foi certificado presidente eleito dos EUA | Foto: Shealah Craighead/Casa Branca

Depois de o Twitter censurar o presidente Donald Trump, foi a vez do Facebook e do Instagram. As duas redes sociais pertencentes ao empresário Mark Zuckerberg suspenderam, por 24 horas, os perfis do chefe do Executivo. A decisão ocorre depois da manifestação a favor do republicano, em que pessoas invadiram o Congresso Nacional de modo a impedir que Joe Biden fosse declarado vitorioso, conforme noticiou Oeste. Em um post intitulado “Nossa resposta à violência em Washington”, o Facebook afirmou que estava monitorando em tempo real as atividades na plataforma. Declarou que removeria publicações que incitassem ou apoiassem o ato.

“Como parte dessas iniciativas, removemos do Facebook e do Instagram o recente vídeo do presidente Trump falando sobre os protestos e sua postagem subsequente sobre os resultados das eleições. Tomamos a decisão de que, no fim das contas, esses posts contribuem, em vez de diminuir, o risco de violência contínua”, informou a empresa. Ao longo do dia, Trump fez diversas postagens defendendo manifestações pacíficas, em Washington. Após a invasão, o presidente pediu que as pessoas voltassem para casa. A colunista da Revista Oeste Ana Paula Henkel informou que há indícios de que havia extremistas de esquerda, do Black Lives Matter, e do Antifas, infiltrados no protesto.

-Publicidade-

Leia também: “Aliado de Biden pede pressão sobre os ‘Bolsonaros do mundo’”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

8 comentários

  1. Os mesmos que apoiam a violência “pacífica” do BLM, do MST, do MTST, etc.
    Liberais e conservadores precisam entender que não estão lutando contra adversários sérios e honestos… se não entenderem a guerra suja que está sendo travada, vão virar escravos muito em breve!!!

    1. Ué, mas o Facebook, Tweeter e Instagram não fizeram isso a campanha presidencial todinha?????
      Agora que estão agindo como se fosse só pelo que aconteceu para parecem isentos??? Só trouxa para acreditar ou comunista!

  2. Como é que se combate assassinos com flores?

    Pergunte para qualquer PM…

    Vamos levar cartazes na boca de fumo e dizer o quanto é degradante o vício?

    Pois é, não dá certo, com político corrupto é a mesma coisa.

  3. Como no comentário acima, estamos sim em guerra. E uma guerra assimétrica. Parece que a saída é encerrar as contas dessas redes sociais. As minhas já eram!

    1. Mendonça,concordo.Se encerrássemos as contas de twiter,instagram e facebook iriam pensar muito antes de bloquearem os conservadores.Eu também já não tenho essas contas.

  4. DEIXEM DE HIPOCRISIA.
    VEJAM NA NETFLIX O DOCUMENTÁRIO.
    WINTER ON FIRE.
    MUITO BLÁ BLÁ BLÁ NÃO LEVA NADA.
    TEM GENTE QUE GOSTA DE APARECER. FALA, MAS AÇÃO NENHUMA.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site