Desembargador suspende toque de recolher em Minas Gerais

Magistrado considerou que a medida violava o direito de ir e vir da população
-Publicidade-
Governador de MG, Romeu Zema optou por medidas rígidas de isolamento
Governador de MG, Romeu Zema optou por medidas rígidas de isolamento | Foto: Luidgi Carvalho/Futura Press/Estadão Conteúdo

O desembargador Gilson Soares Lemes, presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, derrubou ontem o toque de recolher no Estado. Em vigor desde 17 de março, a medida impedia a circulação de pessoas entre 20h e 05h. A decisão do magistrado foi a favor do deputado estadual Bruno Engler (PRTB). Conforme o parlamentar, o decreto do governador Romeu Zema (Novo) viola o direito constitucional de ir e vir. O novo entendimento da Justiça passa a valer amanhã, quarta-feira 7. Minas, porém, segue na chamada fase roxa.

Leia também: “Juíza mantém pedido da esquerda e escolas no Rio continuam fechadas”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.