Dias Toffoli e Gilmar Mendes comparecem à posse de André Mendonça

Ele assume oficialmente o Ministério da Justiça e Segurança Pública.
-Publicidade-
Foto: Reprodução/TV Brasil
Foto: Reprodução/TV Brasil

Ele assume oficialmente o Ministério da Justiça e Segurança Pública

Foto: Reprodução/TV Brasil
-Publicidade-

A posse do novo ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, nesta quarta-feira, 29, conta com a presença de ministros do Supremo Tribunal Federal.

Mendonça, que assume no lugar de Sérgio Moro, tem uma boa relação com os magistrados da Corte.

Comparecem na cerimônia no Palácio do Planalto, o presidente do STF, Dias Toffoli e o ministro Gilmar Mendes.

Foto: Reprodução/TV Brasil

Também participam do ato o presidente Jair Bolsonaro e o vice-presidente general Hamilton Mourão.

Além de André Mendonça, toma posse como advogado-geral da União, José Levi Mello do Amaral Júnior.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

7 comentários

  1. Quer dizer que o advogadozinho de sindicato e o boca-mole foram na posse do novo Ministro…e mais ou menos ao mesmo tempo, o cabeça-de-ovo impede a nomeação do novo Diretor da PF…estranho não?
    Como a matéria não explica, se me permitem, vou tentar interpretar.
    Bem ao estilo da politicagem morde e assopra, o tal de stf vem mostrar mais do mesmo, apenas ratificando a postura politiqueira que o caracteriza nos últimos tempos.
    Se não vejamos, dois vão na posse do Ministro para manter as aparências e pode significar também, espero estar enganado, que o novo Ministro é visto como alguém mais “próximo” (e isto pode ter várias interpretações)… Já com relação ao Sr. Ramagen, impedindo a posse, ganham no mínimo, tempo.
    A decisão pode cair…no pleno do stf, por exemplo…! Mas pelo menos dá tempo para queimar provas…inclusive as vivas…ehehehehehe! Te cuida Adélio!

  2. Claro que comparecem,agora esta do jeito que eles queriam,o governo sem o Moro,e cheio de petistas.
    Tem hora que penso,será que se o Haddad tivesse ganhando ele teria feito o que Bolsonaro falou que iria fazer?
    Pois de uns tempos para cá,Bolsonaro esta pior que petista no poder!

  3. Para mim, essa questão do Alexandre aceitar o pedido do PDT é só para ganhar tempo e desgastar o Bolsonaro. O documento é fundamentado em narrativas de jornais, ridículo. Além disso, o STF mais uma vez se intromete no executivo.

  4. Alexandre de Moraes é um incapaz, indigno do cargo. Se a moralidade fosse levada em conta, verdadeiramente, ele deveria renunciar, pois só foi indicado por ser amigo (ou cúmplice) do Temer, para defender seus interesses do STF.
    Demais disso, as alegações não passam de ilações e hipóteses. Sem nenhuma evidencia fática de ilícito, Um absurdo para sustentar uma decisão judicial.
    Recorra…PR.

  5. Alexandre de Morais é um cretino e hipócrita! Serviu ao tucnato e vem agora querer ser mais engraçado. Já não chegam as investigações secretas?

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site