Diretor da Anvisa e ministro da Saúde depõem hoje na CPI da Covid

Vacinas e pedido de importação do imunizante russo Sputnik V estão na pauta
-Publicidade-
Barra Torres (esq) vai falar sobre a Sputnik V; Queiroga (dir), sobre contratos de vacinas | Fotomontagem/Agência Brasil
Barra Torres (esq) vai falar sobre a Sputnik V; Queiroga (dir), sobre contratos de vacinas | Fotomontagem/Agência Brasil

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 ouve nesta quinta-feira, 6, mais duas testemunhas. O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, abrirá os trabalhos, às 10h. Mais tarde, às 14h, será a vez do diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra Torres. O presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM), antecipou que Queiroga será interpelado sobre pontos relacionados às vacinas contra a covid-19 — o médico assumiu a pasta há pouco mais de um mês. “Queremos saber se tem ou não imunizantes e quais são os contratos”, declarou Aziz, na quarta-feira 5.

Os parlamentares de esquerda que compõem a CPI querem a presença de Barra Torres para dar explicações acerca dos motivos que levaram a Anvisa a negar a importação de lotes da vacina Russa, Sputnik V. Conforme noticiou a Revista Oeste, a autarquia identificou falhas de segurança no produto, além da presença de adenovírus replicante. O microrganismo é prejudicial à saúde, segundo a agência reguladora. Os autores das convocações de hoje são os senadores Alessandro Vieira (Cidadania-SE), Eduardo Girão (Podemos-CE), Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Renan Calheiros (MDB-AL) e Angelo Coronel (PSD-BA).

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro