Doria monta força-tarefa para endurecer fiscalização

Quem descumprir toque de recolher noturno será punido
-Publicidade-
Segundo o governo, haverá mil funcionários da Vigilância Sanitária para operações na madrugada
Segundo o governo, haverá mil funcionários da Vigilância Sanitária para operações na madrugada | Foto: Divulgação/Governo do Estado de SP

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), vai intensificar a fiscalização para o cumprimento das medidas sanitárias contra a covid-19. Conforme noticiou Oeste, o tucano impôs ao Estado um toque de recolher noturno que passa a valer nesta sexta-feira, 26. A Polícia Militar montará blitz em todas as cidades paulistas de modo a impedir que pessoas circulem ou haja aglomeração. Segundo o governo, serão multados estabelecimentos e casas que estiverem promovendo festas nesse horário e pessoas reincidentes em circulação na rua sem justificativa.

“Vamos abordar o motorista ou transeunte e explicar que ele não pode estar circulando, o risco que ele está correndo. Ele vai ser orientado a voltar para casa, é uma advertência. Será alertado de que, se for pego uma segunda vez, aí, sim, ele será multado. Já tem um antecedente e será multado em torno de R$ 525 por reincidência”, anunciou Maria Cristina Megid, diretora técnica do Centro de Vigilância Sanitária de São Paulo”, na quinta-feira 25. Segundo o governo, haverá mil funcionários da Vigilância Sanitária para essas operações na madrugada.

-Publicidade-

Leia também: “O fracasso do lockdown”, reportagem publicada na Edição 45 da Revista Oeste

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.