Doria prorroga confinamento no Estado de São Paulo até 31 de maio

Com a decisão, permanecem autorizados a funcionar apenas serviços essenciais.
-Publicidade-
Foto: Governo do Estado de São Paulo
Foto: Governo do Estado de São Paulo

Com a decisão, permanecem autorizados a funcionar apenas serviços essenciais

Foto: Governo do Estado de São Paulo

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), prorrogou nesta sexta-feira, 8, o confinamento em todo o Estado até 31 de maio. O anúncio foi feito em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes.

-Publicidade-

Para Doria, a flexibilização neste momento seria prejudicial para o sistema de saúde e para a recuperação econômica. “Nenhum país conseguiu relaxar as medidas de isolamento social com a curva de contaminação em alta”, afirmou o tucano.

Inicialmente, o governo do Estado previa um plano de reabertura de determinados setores da economia de acordo com as condições de cada região.

No entanto, o aumento no número de mortes e casos confirmados mais a taxa de isolamento abaixo dos 50% fizeram com que o governo adiasse a reabertura.

O confinamento começou em 24 de março e, desde então, apenas serviços essenciais estão autorizados a funcionar.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.