Eleições 2022: partidos precisam encarar transformação digital

É o que aponta Manoel Fernandes em artigo para a Revista Oeste
-Publicidade-
Partidos devem investir em transformação digital, avalia articulista da Revista Oeste
Partidos devem investir em transformação digital, avalia articulista da Revista Oeste | Foto: Reprodução

O quarteto de siglas políticas composto por MDB, DEM, PSD e PP se saiu bem das urnas em meio ao pleito municipal realizado em novembro do ano passado. Juntos, esses quatro partidos vão controlar 33,5% das prefeituras e 40% das câmaras municipais espalhadas pelo país. Mesmo assim, essas legendas precisam investir em processo de digitalização para terem força nas eleições gerais de 2022.

Leia mais: “Twitter vai remover ‘informações enganosas’ sobre a covid-19”

-Publicidade-

Essa é a análise de Manoel Fernandes. Em artigo publicado na Edição 41 da Revista Oeste, ele, que é diretor da agência BITES, fala da necessidade dos chamados “partidos da política analógica” investirem em “transformação digital”. Para ele, caso o trabalho voltado ao ambiente on-line não ocorra ao decorrer dos próximos dois anos, essas siglas e outras agremiações próximas ao centro serão “engolidas por uma nova polarização”.

De acordo com Fernandes, um fato ocorrido em 2018 mostra a importância de uma estratégia digital para quem almeja sucesso político no Brasil. “A eleição de Bolsonaro [para a presidência da República] comprovou a ineficiência dos modelos clássicos de campanha política junto ao eleitorado e a pouca aderência dos partidos tradicionais do Brasil ao mundo digital”, escreve o articulista. Informações sobre digitalização política estão disponíveis de forma completa no artigo “A reinvenção necessária dos partidos tradicionais”.

https://revistaoeste.com/a-reinvencao-necessaria-dos-partidos-tradicionais/

Revista Oeste

A Edição 41 da Revista Oeste vai além do artigo de Manoel Fernandes sobre a digitalização de siglas da política nacional. A publicação digital apresenta reportagens sobre reações a medidas de isolamento social e novidades sobre o agronegócio brasileiro. Há, ainda, artigos assinados por Márcio Coimbra, Nancy McDermott, Guilherme Fiuza, Rodrigo Constantino, Dagomir Marquezi, Joanna Williams e Daniel Ben-Ami.

Startup de jornalismo on-line no ar desde março de 2020, a Revista Oeste é 100% financiada pelo público leitor. Para entrar para a comunidade de assinantes do projeto que defende o liberalismo e busca ir “direto ao ponto” do que realmente importa, basta clicar aqui, escolher o plano e seguir os passos indicados.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site