Eleições travam discussão da reforma tributária

Congressistas não querem discutir imposto nos moldes da CPMF antes das eleições municipais deste anos
-Publicidade-
Proposta está sendo finalizada pelos líderes do Congresso |  Foto: Alan Santos/PR
Proposta está sendo finalizada pelos líderes do Congresso | Foto: Alan Santos/PR | proposta

Congressistas não querem discutir imposto nos moldes da CPMF antes das eleições municipais deste ano

proposta
Tema foi tratado ontem em reunião com líderes e governo | Foto: Alan Santos/PR
-Publicidade-

O governo não conseguiu avançar um acordo para que a segunda fase da reforma tributária fosse apresentada ao Congresso ainda neste mês. De acordo com líderes ouvidos por Oeste, a possibilidade de criação de um imposto sobre transações financeiras travou a discussão.

Em reunião realizada ontem, segunda-feira 28, os líderes do Congresso sinalizaram ao Palácio do Planalto que seria inviável discutir a criação de um tributo em ano eleitoral. Além disso, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), estaria muito resistente à proposta.

“O debate neste ano fica impossibilitado por causa das eleições. Mesmo não tendo aumento da carga tributária, a discussão de um imposto iria travar toda a reforma dentro do Parlamento”, afirmou um líder que participou do encontro.

O imposto, nos moldes da antiga CPMF, é defendido pela equipe do ministro Paulo Guedes como fonte de recursos para fazer uma desoneração ampla na folha de pagamento. “Diante do impasse com os congressistas, o próprio presidente Jair Bolsonaro sinalizou que não seria o momento para discutir o projeto”, disse outro parlamentar.

Contudo, o líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), afirmou que seguirá buscando um entendimento para que a segunda parte da reforma tributária avance. “Seguimos construindo base de apoio”, disse.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comment

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site