-Publicidade-

Em nova operação, PF atua para enfraquecer o PCC

Agentes tentam impedir que os criminosos expandam os domínios da facção
Agentes da Polícia Federal realizam operação contra supostas irregularidades na saúde | Foto: DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL
Agentes da Polícia Federal realizam operação contra supostas irregularidades na saúde | Foto: DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL | Agentes da Polícia Federal realizam operação contra supostas irregularidades na saúde | Foto: DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL

Agentes tentam impedir que os criminosos expandam os domínios da facção

em nova operação
Agentes da PF se movimentam para desarticular a facção criminosa | Foto: DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta terça-feira, 25, a Operação Expurgo, cujo objetivo é impedir a tentativa do Primeiro Comando da Capital (PCC) de expandir os domínios da facção para o Rio de Janeiro. Os agentes objetivam também desarticular o departamento de comunicação dos criminosos, baseada em São Paulo, que divulgava os comandos dos chefes do PCC.

A maior parte dos 27 alvos de mandados de prisão já está encarcerada, conforme o portal G1. No Rio, a PF cumpre sete mandados de prisão: um em Realengo, na Zona Oeste do Rio; um em Três Rios, no Sul Fluminense; e cinco em presídios da capital. De acordo com a Justiça, há alvos em São Paulo, Pernambuco, Minas Gerais, Pará, Espírito Santo e Mato Grosso do Sul.

Iniciadas em dezembro de 2018, as investigações apontam que os chefes do PCC planejavam expandir a atuação do crime para o Rio. Dessa forma, firmaram parcerias com bandidos já atuantes no Estado. Além disso, mesmo presos, os comandantes do PCC coordenavam os subordinados de dentro dos presídios estaduais. A PF identificou que vários celulares eram utilizados por eles.

Leia também: “Deputada Flordelis mandou matar o marido, garante Justiça”

Em atualização

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

9 comentários

  1. Na contramão disso o STF proíbe operações das polícias em favelas no Rio, proibindo tbm voos de helicópteros nessas áreas, criando zonas d exclusão no próprio estado, fortalecendo assim os grupos criminosos. Há boatos de q as facções criminosas contratam militares estrangeiros p treinar seus integrantes. Talvez p se transformarem em milícias armadas como na venezuela. Não podemos esquecer a fala em uma gravação d um dos chefes do PCC em q dizia q tinha um “diálogo cabuloso” com os integrantes dos governos passados. O STF está comentendo um crime q temos q olhar urgentemente antes q seja tarde. O crime de segurança Nacional, corremos o risco d começar a ver paramilitares agindo não nas favelas, mas nas ruas e atacando o estado e seus integrantes. Talvez quando acordarmos seja tarde demais.

  2. Bolsonaro nunca iria deixar que os milicianos do RJ fossem importunados por outra facção. O RJ é da família Bolsonaro e dos seus milicianos de estimação.

    1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Nem sempre se ver o que está na frente, mas, apenas o que o seu coração deseja. Tá se falando de proibição do STF e o cara coloca Bolsonaro no meio. É muito ingênuo. Para ser bonzinho!

  3. O STF, proíbe incursão da polícia nos morros, e helicóptero de sobrevoar os mesmos. O Brasil chegou onde chegou, com praticamente tudo aparelhado pela esquerda, que consequentemente, uma grande parte é libertária de bandidos, colocando o estado a serviço do crime. Antigamente não ouviram e deu no que deu. Um Brasil quase que ingovernável por um homem de bem. Os alertas continuam, é preciso as autoridades acordarem, antes que seja tarde demais. A partir do momento que um membro de uma instituição pública deixar de cumpri o papel que lhe cabe, sua função perdeu a destinação para a qual foi designado. Tem que intervir. Até quando os togados do STF vão ficar impunes. Eu sei que não é fácil. Mas, mais difícil vai ser juntar os cacos de uma sociedade esfrangalhada pelo crime organizado, com a conivência da corte.

  4. Caso o PCC se instalasse no RJ, o Rio iria ser beneficiado com a diminuição de mortes e assaltos. Com a “lei” do crime, houve uma grande pacificacao no estado de SP nas últimas décadas!

    1. Não podemos tratar o crime como parceiros. A falsa pacificação em São Paulo fez com q o PCC espalhasse os seus tentáculos pelo Brasil e no exterior. Por trás da suposta calma, cria-se um monstro, q se não dominado se transformará em uma FARC Brasileira. Essa ilusão de São Paulo criou a maior facção criminosa do Brasil.

  5. É NISSO que dá um governo fraco e desmoralizado como o do rio de janeiro. sem força para peitar as determinações do STF. governador pede pra cagar e sai ligeiro.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês