Em telefonema, Bolsonaro e Putin conversam sobre Sputnik V

Presidentes também falaram sobre comércio entre os dois países, cooperação na indústria de defesa, ciência e tecnologia
-Publicidade-
Telefonema de Bolsonaro para o presidente da Rússia, Vladimir Putin | Foto: Marcos Corrêa/PR
Telefonema de Bolsonaro para o presidente da Rússia, Vladimir Putin | Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro telefonou nesta terça-feira, 6, para o presidente da Rússia, Vladimir Putin. Os dois conversaram sobre a aquisição e a fabricação da vacina Sputnik V pelo Brasil. O imunizante contra a covid-19 ainda não foi aprovado pela Anvisa.

Na ligação, Bolsonaro estava acompanhado dos ministros das Relações Exteriores, Carlos França; da Saúde, Marcelo Queiroga; e da Secretaria-Geral, Onyx Lorenzoni. O diretor-presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres, também estava presente.

-Publicidade-

Leia mais: “Rússia e Índia fecham acordo para produzir a vacina Sputnik V”

Após a reunião, Barra Torres afirmou que uma equipe da Anvisa irá à Rússia inspecionar as fábricas de produção da Sputnik e de seus insumos. No Brasil, o imunizante será produzido pelo laboratório União Química.

Segundo o Planalto, Bolsonaro e Putin também falaram sobre comércio entre os dois países, cooperação na indústria de defesa, ciência e tecnologia. O presidente do Brasil aproveitou a ocasião para enfatizar a necessidade de que mais frigoríficos brasileiros sejam liberados para exportação para a Rússia.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.