Ex-petista assume comando do Banco do Nordeste

Banco foi alvo de escândalos de corrupção em governos passados, com um caso de US$ 100 mil na cueca
-Publicidade-
Agência do Banco do Nordeste | Foto: Divulgação
Agência do Banco do Nordeste | Foto: Divulgação

O presidente do PL, Valdemar Costa Neto, emplacou um indicado seu como presidente interino do Banco do Nordeste. O economista José Gomes da Costa foi oficializado nesta segunda-feira, 17, no cargo, que vai acumular com a diretoria financeira do banco.

O presidente Jair Bolsonaro chegou a resistir ao nome de Gomes da Costa a após descobrir que ele havia sido filiado ao PT no passado, mas acabou cedendo a forte pressão do aliado político.

-Publicidade-

Dados da Justiça Eleitoral indicam que Gomes da Costa se filiou ao PT da Bahia em fevereiro de 2003, na cidade de Lauro de Freitas. A filiação aparece como “excluída” em novembro de 2009 e “cancelada” em junho de 2019. Atualmente, ele não está em nenhum partido.

Alvo de escândalos de corrupção em governos passados, o banco ganhou os holofotes em 2005, no governo Lula, quando um assessor do deputado José Guimarães (PT-CE) foi pego com R$ 209 mil em espécie na mala e US$ 100 mil na cueca.

Apurações do Ministério Público Federal mostraram que o dinheiro seria oriundo de propina, a partir de contratos com o banco. À época, o presidente do BNB, Roberto Smith, era indicado por Guimarães. No ano passado, a Justiça Federal arquivou o processo contra o deputado.

Em setembro, Costa Neto gravou um vídeo exigindo a demissão de Romildo Rolim, então presidente do BNB. O motivo apontado foi um contrato de R$ 583 milhões com o Instituto Nordeste Cidadania (Inec), ligado ao PT no Ceará. Desde a saída de Rolim, o banco vinha sendo comandado por Anderson Possa, que acumulava a função com a de diretor de negócios.

O banco opera o Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), que tem previsão orçamentária de R$ 26,6 bilhões para este ano. Com relevância no desenvolvimento da região, o BNB sofre fortes pressões políticas e é controlado pelo PL.

Romildo Rolim, que havia chegado ao cargo em 2017, no governo Michel Temer (MDB), era apadrinhado pelo então presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE). Com a mudança de governo, Rolim buscou padrinhos em outros partidos do Centrão.

Em 2020, Costa Neto já havia tentado tirar Rolim do cargo. À época, o indicado havia sido Alexandre Cabral, ex-presidente da Casa da Moeda. Cabral chegou a ser nomeado para comandar o BNB, mas ficou apenas um dia na função. Pesaram contra ele investigações abertas para apurar contratos fraudulentos na Casa da Moeda.

Procurado, o BNB confirmou a troca na presidência, mas não se manifestou sobre as movimentações políticas na diretoria.

Com informações do Estadão Conteúdo

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

15 comentários Ver comentários

  1. Lamentável esse episódio, era inimaginável ver o Bolsonaro colocando o pescoço na guilotina por esse grupo de novos amigos do Centrão, essa fatura pode ficar muito cara aos anseios do presidente…

  2. Agora está tudo em casa…OS RATOS E BARATAS DE ESGOTO DE SEMPRE…..os lixos políticos….este ano é o ano de termos nossa oportunidade de nôs livrarmos destes políticos inúteis, estas bactérias nocivas a nação brasileira…..vamos expurgados da política brasileira…..

  3. Pois é…..”Administrar é facil….o duro é fazer politica”…….com certeza não é uma boa indicação, mas não é possivel ganhar todas as batalhas contra esses bandidos….vão-se os aneis e ficam os dedos……agora é vigiar…..

  4. A verdade não existe ex petista na primeira oportunidade irá cometer algum tipo de corrupção na verdade ele já entrou com esse propósito e vem estudando as formas para executar Bolsonaro está dando um tiro no pé e pior que irá perder votos o meu e de minha família isso está claro que é conchavo .

  5. Falem em Banco do NE me lembrem de Consórcio NE.
    Falem desse Banco e não o associe a Marco Legal de Saneamento.
    Falem desse Banco e passeie nas estradas de Trancoso e entenderá quem esse Banco representa e prá que existe
    Um nicho de corrupção generalizada que precisa ser desmantelada!!!
    Nomeie o chefe de quadrilha e bote lá dentro materiais de limpeza Bolsonaro. Se é que ainda dá tempo!

    1. … Ou ex corno. Uma vez corno sempre corno, e é pior que fumante pois o cigarro mancha o pulmão mas a fama de corno mancha a reputação para o resto da vida sem chance de se limpar ao contrário do pulmão… 😆😅😃😂😁😀😆😅😃😁😁

  6. Parabéns, Bolsonaro!!! Foi se meter com o esgoto do congresso, apesar de vc falar que veio do centrão. Só falam em bilhões… Isso é apenas o começo do preço que está pagando por se aliar no que há de pior. Boa sorte!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.