Feriado de Proclamação da República é marcado por protestos contra Lula

Manifestantes se organizaram por meio das redes sociais
-Publicidade-
Manifestação contra o presidente eleito, Lula, no Parque Ibirapuera, em São Paulo - 15/11/2022 | Foto: Guilherme Lopes/Revista Oeste
Manifestação contra o presidente eleito, Lula, no Parque Ibirapuera, em São Paulo - 15/11/2022 | Foto: Guilherme Lopes/Revista Oeste

O feriado de Proclamação da República registrou uma série de protestos contra a eleição do presidente eleito, Lula (PT), nesta terça-feira, 15. Apesar das mobilizações de hoje, manifestantes estão nas ruas desde 30 de outubro, quando foi anunciada a vitória do petista no segundo turno. Os atos foram organizados pelas redes sociais, sem a participação de figuras da política.

Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro têm a maior quantidade de gente nas ruas. Na capital paulista, a maioria das pessoas está concentrada no Parque Ibirapuera, na zona sul da cidade, em frente ao Comando Militar do Sudeste. No Rio, os apoiadores do presidente Jair Bolsonaro decidiram reunir-se no Comando Militar do Leste, no centro, enquanto em Brasília ocupam a Esplanada dos Ministérios. A Praça dos Três Poderes segue fechada.

Curitiba, Belo Horizonte e Recife também registram atos contra a eleição de Lula.

-Publicidade-

Elaine Abreu, analista de crédito, participa das manifestações no Ibirapuera (SP). Segundo ela, trata-se da segunda vez que participa dos atos. “Acredito que a manifestação é uma maneira de nossa voz ser ouvida contra tudo o que tem acontecido no país, principalmente o cerceamento da liberdade”, disse ela.

A educadora Maria de Jesus veio do Pará até São Paulo. Desde 31 de outubro, ela está acampanada em frente ao Comando Militar do Sudeste. “São 15 dias debaixo de chuva, sol para mostrar nossa mensagem”, disse. “O povo acordou. Aqui tem gente de 70, 60, 40 anos formando as futuras gerações, mostrando os valores éticos, morais e cristãos, ensinando a defender a pátria.”

Além de protestar contra Lula, o bombeiro civil Edson Calixto veio ao local para se manifestar contra a censura. De acordo com ele, o YouTube derrubou o canal que tinha, em virtude de suas opiniões. “Nós não elegemos o Poder Judiciário, mas eles estão censurando o povo”, observou. “Quebraram nossos valores e tiraram nossos direitos.”

Veja imagens dos atos contra Lula no feriado de Proclamação da República

proclamação da república
Manifestação contra o presidente eleito, Lula, no Parque Ibirapuera, em São Paulo – 15/11/2022 | Foto: Guilherme Lopes/Revista Oeste
proclamação da república
Manifestação contra o presidente eleito, Lula, no Parque Ibirapuera, em São Paulo – 15/11/2022 | Foto: Guilherme Lopes/Revista Oeste
proclamação da república
Manifestação contra o presidente eleito, Lula, no Parque Ibirapuera, em São Paulo – 15/11/2022 | Foto: Guilherme Lopes/Revista Oeste
proclamação da república
Manifestação contra o presidente eleito, Lula, no Parque Ibirapuera, em São Paulo – 15/11/2022 | Foto: Guilherme Lopes/Revista Oeste


Leia também: “A direita está aí”, reportagem publicada na Edição 137 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

12 comentários Ver comentários

  1. Com certeza os protestos não eram contra Lula mas contra coisas muito mais importantes para o Brasil como a censura, a falta de liberdade, de justiça, de respeito às leis.

  2. As palavras precisam ser exatas!
    As manifestações não são contra uma pessoa ou seu partido político, MAS uma súplica pela verdade, garantia da lei e da ordem de um país em favor da nação.

  3. Manisfestação legítima, o povo apesar de forma tardia, manifesta indignação pela soltura e concorrência de um condenado à eleições, tardia em não se manifestar quando os membros do supremo interviram na câmara sobre voto impresso, tardia quando o judiciário falou fora dos autos invadindo competências. Mas com a declaração do ilusório ganhador, com palavras ditas pelos próprios de infundir o “comunismo” no Brasil de forma veemente, alarmou-se a população, aliás, foi dessa forma que as forças armadas interviram em 1964, o golpe que a esquerda quer dar no país vem muito antes disso. O país parece que acordou do sono novamente!

  4. Faz o ‘J’
    Assim: dobra um pouco o polegar que VIRA ‘J’
    🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷

  5. NÃO DESISTAM PATRIOTAS, É NA PERSEVERANÇA QUE GANHAREMOS A BATALHA.
    NÃO ACEITAREMOS UMA BANDEIRA VERMELHA, NEM UM STF/TSE APARELHADOS A SERVIÇO DE UM PARTIDO E SEU CHEFE LADRÕES, BANDIDOS E CORRUPTOS.

    1. Salvo ledo engano, as só FAs devem retornar ao seu laborioso expediente após o feriado prolongado de 14-20/11, para então responder ao grito de socorro do Povo. Nesse ínterim, esse mesmo povo, que se prepare para por conta e risco próprios, enfrentar as milícias do narco, equipadas com armamento exclusivo das FAs, e os achaques do exército de stédile sob a batuta do general boulos. E o caos se avizinha.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.