Gilmar Mendes afirma que não atacou a honra dos militares

Ministro do Supremo Tribunal Federal garantiu ontem que o Exército está se associando a genocídio na pandemia de coronavírus
-Publicidade-
O ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes | Foto: ELZA FIÚZA/AGÊNCIA BRASIL
O ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes | Foto: ELZA FIÚZA/AGÊNCIA BRASIL | O ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes | Foto: ELZA FIÚZA/AGÊNCIA BRASIL

Ministro do Supremo Tribunal Federal garantiu ontem que o Exército está se associando a genocídio na pandemia de coronavírus

Gilmar Mendes
O ministro do STF Gilmar Mendes | Foto: ELZA FIÚZA/AGÊNCIA BRASIL
-Publicidade-

Depois de dizer que os militares estão se associando a um genocídio, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes informou, na manhã desta terça-feira, 14, que não atacou a honra das Forças Armadas. “Não atingi a honra do Exército, da Marinha ou da Aeronáutica”, garantiu em nota. Segundo ele, foi mal interpretado. “A substituição de técnicos por militares nos postos-chave do Ministério da Saúde deixa de ser um apelo à excepcionalidade e extrapola a missão institucional das Forças Armadas”, afirmou.

Leia também: “O genocídio do ministro Gilmar”

Ontem, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, reagiu à declaração de Gilmar segundo a qual os militares estariam se associando com um genocídio. Além disso, representantes das três forças assinaram uma nota em reação aos ataques vindos do STF. Assim sendo, a pasta chefiada por Azevedo também decidiu acionar a Procuradoria-Geral da República contra Mendes, conforme noticiou OesteSegundo os militares, genocídio “é um crime gravíssimo, tanto no âmbito nacional, como na Justiça internacional, o que, portanto, é de pleno conhecimento de um jurista”.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

7 comentários

  1. Esse vagabundo soltador de bandidos comedor de propina para soltá-los, esse sim é o genocida, soltou aquele médico q estrupou várias mulheres. Merece prisão perpétua. Agora finge q não ofendeu as FAs – ofendeu sim cretino.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.