-Publicidade-

Gilmar Mendes dá aval para soltura de Fabrício Queiroz

Ministro do Supremo Tribunal Federal concedeu liberdade ao ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro
Queiroz está livre
Queiroz está livre | Foto: Reprodução/Mídias Sociais

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes manteve a decisão do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) de revogar a prisão domiciliar de Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ). Queiroz foi preso em desdobramento das investigações do caso das “rachadinhas” no gabinete do então deputado estadual. Segundo Gilmar Mendes, após a decisão da Quinta Turma do STJ na terça-feira 16, pela qual foi concedida liberdade a Queiroz e à mulher dele, Márcia Aguiar, não há mais o que ser julgado pelo STF. Antes da decisão de Gilmar Mendes, o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro expediu os alvarás de soltura do casal. Para o ministro, deve prevalecer o entendimento do STJ. “A decisão da Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça se mostra mais benéfica aos pacientes do que a decisão liminar [provisória] de minha lavra, já que não determina a prisão domiciliar entre as cautelares diversas fixadas, devendo, portanto, prevalecer”, escreveu.

Leia também: “STJ revoga prisão domiciliar de Fabrício Queiroz”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.