Governadores estudam ignorar Bolsonaro sobre isolamento

Durante reunião que será realizada nesta quarta, governadores dos 27 estados vão discutir medidas para ignorar a recomendação do presidente Jair Bolsonaro de limitar o isolamento domiciliar
-Publicidade-
Foto: Marcos Corrêa/PR
Foto: Marcos Corrêa/PR

Encontro é uma reação ao pronunciamento do presidente recomendando “volta a normalidade”

-Publicidade-

Durante reunião que será realizada na tarde desta quarta-feira, 25, governadores dos 27 estados vão discutir medidas e ações para ignorar a recomendação do presidente Jair Bolsonaro de limitar o isolamento domiciliar a idosos e pessoas com baixa imunidade, por conta do coronavírus.

A medida é defendida, principalmente, pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

Outros governadores também são a favor desse posicionamento como o do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), o do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC) e do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB).

A tendência é que os chefes do Poder Executivo nos estados também anunciem medidas para enfrentar a vulnerabilidade social, como a concessão de vouchers ou cestas básicas.

Os governadores também vão pressionar o governo federal a afrouxar dívidas com a União. A ideia é utilizar o dinheiro que seria destinado ao pagamento de dívidas para ações de controle da covid-19.

Durante pronunciamento no Palácio dos Bandeirantes, João Doria disse que a videoconferência entre os governadores é necessária “dada a gravidade das circunstâncias do país e do comportamento do presidente da República”.

Doria ainda destacou que o pronunciamento de Bolsonaro foi “absolutamente equivocado”.

 

 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

4 comentários

  1. Eles estão abrindo as portas para o governo federal decretar um Estado de Defesa! Ou acham que vão muito adiante com essa tática de extorsão? Querem sair como ‘salvadores da pátria’, mas com o dinheiro alheio…

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site