Revista Oeste - Eleições 2022

Governo Bolsonaro é contra o aborto, reafirma Queiroga

Declaração é uma reação à fala do ex-presidente Lula
-Publicidade-
Em primeiro plano, ministro da Saúde, Marcelo Queiroga | Foto: Reprodução/TV Brasil
Em primeiro plano, ministro da Saúde, Marcelo Queiroga | Foto: Reprodução/TV Brasil

Em evento ao lado do presidente Jair Bolsonaro (PL), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, reforçou nesta sexta-feira, 8, que o governo federal é contra o aborto.

A declaração é uma reação à fala do ex-presidente Lula (PT) de que o aborto deveria ser “transformado em uma questão de saúde pública”. Depois da repercussão negativa, o petista negou ser favorável à pratica.

-Publicidade-

“Esta semana um assunto veio à baila. Para deixar bem clara a posição do nosso governo: o governo do presidente Jair Bolsonaro é contra o aborto”, declarou o ministro.

Queiroga continuou: “Respeitamos as exceções da lei, mas estamos, dona Michelle Bolsonaro, a favor da vida desde a sua concepção. É um governo que acredita em Deus, que defende as mulheres, que defende a família”.

Após a fala do ministro da Saúde em evento em Bagé, no Rio Grande do Sul, Bolsonaro brincou: “Vou contratar o ministro Queiroga para ser também meu porta voz”.

Fala de Lula

Na terça-feira 5, Lula disse que o aborto “deveria ser transformado em uma questão de saúde pública, e todo mundo ter direito e não ter vergonha”. Ele afirmou que “mulheres pobres morrem tentando abortar, enquanto madames vão para Paris”.

Depois de ser criticado por diversos setores da sociedade, o petista recuou na quinta-feira 7. “A única coisa que eu deixei de dizer na fala que eu fiz é que eu sou contra o aborto. Tenho cinco filhos, oito netos e uma bisneta.”

“O que eu disse é que é preciso transformar essa questão do aborto em uma questão de saúde pública. […]. Qual é o crime? Mesmo eu sendo contra o aborto, ele existe”, afirmou.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários Ver comentários

  1. o eleitor do Bolsonaro não está, em grande parte, no campo da racionalidade. Não são argumentos racionais que demovem o eleitor do Bolsonaro.

  2. Foi por isso que votei em Bolsonaro. Pelos valores judaico Cristão, da familia e da liberdade. #FechadoComBolsonaro #EuQueroVotoImpresso #lulaNaCadeia

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.