Governo do DF suspende cirurgias eletivas

Medida vai durar até 15 de março
-Publicidade-
Governador, Ibaneis Rocha impôs 'lockdown' no DF
Governador, Ibaneis Rocha impôs 'lockdown' no DF | Foto: Renato Alves/GDF

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (DF) suspendeu as cirurgias eletivas (consideradas não urgentes). De acordo com a pasta, a medida é necessária devido à alta taxa de ocupação dos leitos com suporte de ventilação mecânica para pacientes com covid-19. A suspensão vai até 15 de março e apenas procedimentos cardiovasculares, oncológicos, transplantes e judicializados estão mantidos na capital. No domingo 28, a pasta informou que o DF tem 85,27% de leitos ocupados. O governador Ibaneis Rocha (MDB-DF) impôs um lockdown de modo a conter o avanço do coronavírus. Reportagens publicadas na Revista Oeste mostram que a medida não diminui a curva de infecções mas sim mata mais que o vírus.

Leia também: “O que falta para o SUS funcionar direito?”, reportagem publicada na Edição 47 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.