-Publicidade-

Governo federal capta R$ 32,7 milhões com leilão de ferrovia

Concessão deve garantir R$ 3,3 bilhões de investimentos
O trecho leiloado conta com 537 quilômetros de extensão
O trecho leiloado conta com 537 quilômetros de extensão | Foto: Divulgação

Seguindo a programação da Infra Week, em que deve conceder 28 ativos públicos entre aeroportos, portos e ferrovias à iniciativa privada, o governo federal leiloou o trecho da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol 1) nesta quinta-feira, 8. O evento ocorreu na sede da B3, em São Paulo, e teve apenas uma empresa com lance válido: a Bahia Mineração (Bamin), que arrematou o ativo com outorga de R$ 32,7 milhões, valor mínimo proposto pelo governo federal. O trecho leiloado, que conta com 537 quilômetros de extensão, deve prospectar R$ 3,3 bilhões de investimentos em 35 anos de concessão, sendo R$ 1,6 bilhão para a conclusão das obras, e 65 mil empregos diretos e indiretos. A Bamin é uma mineradora brasileira criada em 2005. A expectativa é de que seu projeto Pedra de Ferro produza 18 milhões de toneladas de minério de ferro por ano.

Leia também: “O caso Ferrogrão: como uma decisão do STF pode tirar o país dos trilhos”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.