Governo quer criar cargo de senador vitalício para ex-presidentes

Bolsonaro, Sarney, Collor, FHC, Dilma e Temer poderiam se beneficiar da medida
-Publicidade-
Sete políticos vestiram a faixa presidencial
Sete políticos vestiram a faixa presidencial | Foto: Reprodução/Secretaria de Comunicação

O senador Eduardo Gomes (PL-TO), líder do governo no Congresso, está buscando apoio para aprovar uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que tem o objetivo de criar o cargo de senador vitalício para ex-presidentes da República. A informação foi divulgada nesta sexta-feira, 11, pela revista Veja.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) e os ex-presidentes José Sarney (MDB), Fernando Collor de Mello (PTB), Fernando Henrique Cardoso (PSDB), Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (MDB) poderiam se beneficiar da medida.

O texto, ainda em construção, traria experiências similares às testadas em outros países. Os senadores vitalícios assumiriam o cargo na próxima legislatura e teriam prerrogativas diferenciadas. Eles poderiam discutir projetos de lei e integrar comissões temáticas, mas não participariam de votações de emendas nem do processo de escolha do presidente da Casa.

-Publicidade-

Os parlamentares formariam uma espécie de “conselho de alto nível”, segundo Gomes. “Imagina como o debate seria enriquecido se a gente tivesse o ex-presidente Sarney duas vezes por semana aqui no Senado”, observou. “A meta é você ter um país minimamente pacificado depois da eleição.”

A PEC em construção estabelece que os senadores vitalícios teriam direito apenas ao gabinete e a alguns assessores do corpo efetivo do Senado, o que, na teoria, reduziria o custo para os pagadores de impostos.

Essa ideia não é nova. Depois de FHC deixar o governo, por exemplo, o Congresso apresentou a mesma proposta. Os petistas seguiram no mesmo caminho ao término dos governos Lula e Dilma.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

46 comentários Ver comentários

  1. nossa…imagina o alto nível do debate com Lula e Dilma…. e sarney com suas peripécias. Acorda. Demite todos e pronto, cancela os milhares de benefícios (no máximo um salário mensal e deu).

    1. Fica nítido o interesse de proporcionar foro privilegiado ao futuro ex-presidente Jair Bolsonaro. Quem não deve, não teme! Lamentável!

  2. Alto nível? Dilma alto nível? Mulher sapiens alto nível. Sarney com cem anos de idade já mumificado vai contribuir com o que? Lula ladrão, corrupto,vigarista e álcoolatra alto nível? É cada um dessas figuras sombrias com cem assessores verba de gabinetes.

  3. Isso é a coisa mais absurda já ouvi…olha merda que supremo tá fazendo, todo mundo reclama mas não faz nada contra STF porque não consegue …já pensou LULA ,DILMA com cargos permanentes e depois pra tirar. Olha sinceramente esses políticos não fazem nada em favor do povo. Nem no supremo deve existir cargo vitalício, isso deve ser revisto, o poder é bom e vicia. Chega de farra com dinheiro publico, quem concorda com uma coisa dessa gosta mesmo de ser explorado…afff

  4. Em países desenvolvidos a coisa funciona pelo nível dos ex. Imagine aqui os corruptos Sarney, Dilma, Lula, FHC e Collor dando pitacos nas decisões legislativas. Desastre. O que deveria ser proposto é a redução do número de senadores e que a quantidade por Estado fosse equivalente ao número de eleitores. Claro, com voto distrital!!

  5. E que tal uma emenda eliminando os muitos benefícios concedidos a ex-presidentes, ex-senadores e ex-deputados?
    Aí, sim, estaríamos no caminho da moralidade e pacificação.
    O povo não aguenta mais bancar as farras do executivo, legislativo e judiciário.

    1. Perfeita tua resposta, Sergio Julio. É exatamente o que a população pagadora de impostos e mantenedora da boa vida destes elementos quer.Eliminar todos os benefícios concedidos ao executivo, legislativo e judiciário.

  6. A idéia foi lançada! Se o “consórcio”, daqui para a frente começar a doutrinação, podem saber que não é bom para o país!!

  7. “Imagina como o debate seria enriquecido se a gente tivesse o ex-presidente Sarney duas vezes por semana aqui no Senado”.
    Jesus! É duro ter que ouvir uma barbaridade dessa.Tinha que ser do Tocantins.Será que esse senador não tem vergonha na cara?

  8. De início me pareceu uma proposta interessante. Já custam uma fortuna aos cofres públicos. Nada mais justo que darem alguma contrapartida. O não direito a voto é essencial, mas como estamos no Brasil, isso pode ser apenas uma “vaselina” que depois vai ser removida.

    Mas, numa segunda análise, percebi a inconsistência. Ex-presidentes não representaram o Legislativo, e sim o Executivo. Deveria sim, ser criado um conselho consultivo especial da Presidência de República composto por ex-presidentes em caráter obrigatório. Seria algo como o Conselho da República. O próprio Conselho da República poderia ser ampliado para incluir os ex-presidentes em caráter vitalício. Enfatizando: conselho CONSULTIVO.

  9. MEU DEUS, que idiotice é essa. Será que o povo brasileiro é tão burro que passa ano e vem ano, sempre aparecem esses canibais do dinheiro público para sempre acreditar que tem trouxas a todo momento. VAMOS avançar na democracia, o momento é processar o TSE/STF e os comunistas plantonistas que destruíram a democracia do PAÍS no processo eleitoral. BORA PARA A FRENTE DOS QUARTÉIS E ESPERAR PORQUE SE DER UMA PISCADA OS COMUNISTAS LHE PROCESSAM POR AQUILO QUE NÃO SE FEZ, DEIXEM DE SEREM VISUALIZADOR DE PAISAGEM!!!!

  10. Se isso significar foro privilegiado, por um lado, o Bolsonaro estaria livre de ser preso, uma vez que esse é um dos objetivos da esquerda a partir de 2023. Por outro lado seria o livramento absoluto do nine descondenado, imaginem um próximo governo em 2026 com aquelas peças que já governaram o país encravadas como furúnculos no congresso. Na minha opinião, uma péssima ideia.

  11. O contribuinte agradeceria penhoradamente se abolíssemos o senado e reduzíssemos o número — concomitantemente com mais qualificação! — de deputados. Banânia não gera riqueza suficiente para sustentar quantidade tão volumosa de parasitas…

  12. Seria a Oficialização do roubo.
    Por quê não sugerem reduzir o número de parlamentares, definir um número fixo de ministérios, retirar assessores de ex presidentes? Se é Ex, pra que mordomia e privilégios?

  13. Só por Deus, o país se afundando e a pessoa quer criar mais um cargo vitalício? Já temos os do STF e olha no que deu…Senador, faça seu trabalho de lutar pelo Brasil agora e faça valer nosso voto! Foco no que importa!

  14. Meu Deus que vergonha tinham e q reduzir o número de senador, deputado e vereador e com certeza o número de partidos políticos para reduzir os gastos e pagar um salário digno aos enfermeiros q não conseguem dinheiro

  15. VOU PARAR DE ASSINAR OESTE, COM TANTO FAKE NEWS.
    ANUNCIAM A INSTITUCIOLIZACAO DO CRIME ORGANIZADO, SEM QUALQUER CERIMONIA.
    Vou preservar Getulio Vargas!!!
    À pqp o crime organizado.

  16. Faça isso não senador, tome vergonha nessa cara.
    Respeita o povo brasileiro que está lutando contra os marginais fraudulentos e o Sr vem com essa imoralidade.

  17. Seu bosta, nós temos é que diminuir gastos e não aumentar. Mais uma ideia de “Mula sem Cabeça”. Precisamos é diminuir o número de políticos e assessores.🇧🇷🇧🇷🇧🇷

  18. Ideia estafudia não deve vingar o que o Brasil precisa é foco pra obediência a constituição, chega de ditador comunista do supremo! O congresso tem que ter eficiência e rapidez pra devolver os direitos constitucionais ao povo!

  19. Sou contra, pessoas como essas inibiriam o surgimento de novos líderes dentro do Senado, o que convenhamos: já não acontece há muuuito tempo. E seria uma descupa perfeita para nos onerar mais.
    Eu não vejo motivos de termos que arcar com as despesas dos ex-presidentes. Eles, mesmo depois de anos fora do cargo, continuam como uma instituição, tendo comitivas de carros e assessores oficiais, seguranças fornecidos pela ABIN etc.
    Eu acho que passado quatro anos depois do mandato, não há porque bancar-mos seguranças, carros oficiais, assessores, viagen etc, basta o salário aposentadoria e já era. Se quiserem mais benefícios, que se candidatem e vençam as eleições. Já sou contra benesses para quem está no cargo, imagina se concordaria em mantê-las aos demais fora dele.

    1. Esse senador tem que ser é preso por criar uma porcaria dessas, pra gastar dinheiro público, se já ex presidente não tem que ter benefício de nada com o dinheiro público, segue a vida e vai trabalhar.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.