Grupo organiza protesto contra Doria e ‘vachina’

Internautas anunciam manifestação contra o governador de SP
-Publicidade-
O governador de São Paulo, João Doria, que será alvo de protesto por defender a obrigatoriedade da aplicação de vacina contra a covid-19 | Foto: Divulgação/GESP
O governador de São Paulo, João Doria, que será alvo de protesto por defender a obrigatoriedade da aplicação de vacina contra a covid-19 | Foto: Divulgação/GESP | joão doria e vachina x protesto convocado pelo twitter

Internautas anunciam manifestação contra o governador de SP

joão doria e vachina x protesto convocado pelo twitter
O governador de São Paulo, João Doria, será alvo de protesto por defender a obrigatoriedade da aplicação de vacina contra a covid-19 | Foto: Divulgação/GESP
-Publicidade-

Um ato contra o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e a obrigatoriedade de aplicação da vacina contra a covid-19 desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac Biotech. Essa é pauta divulgada pelos organizadores do protesto programado para o próximo domingo, 1º de novembro, na capital paulista.

Leia mais: “Doria rejeita reeleição e faz de conta que não é candidato à presidência”

A convocação para a manifestação contra o gestor tucano e a “vachina”, como o imunizante é ironicamente chamado pela turma, está sendo feita pelas redes sociais. No Twitter, por exemplo, a hashtag #Dia01NovEuVou surge como um dos temas mais comentados entre os usuários brasileiros nesta tarde.

O deputado estadual Douglas Garcia (PTB-SP) é um dos principais promotores do evento, que deve ocorrer em frente ao Masp, na Avenida Paulista, a partir das 14 horas. Ao divulgar a arte do protesto contra Doria e a “vachina”, o parlamentar clamou pela ajuda dos internautas — sendo que alguns pediram que esse tipo de protesto vá além do Estado do Sudeste.

https://twitter.com/Fernand20136976/status/1321480146990309378

Próximo alvo: o presidente da Alesp?

Em meio à divulgação da manifestação contra João Doria, um seguidor de Douglas Garcia, que se opõe à gestão do tucano à frente do Palácio dos Bandeirantes, pediu que se organize evento para pressionar diretamente o presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, Cauê Macris (PSDB).

→ Relembre: “Quem é Cauê Macris e por que ele é importante para o governador João Doria”

“Com todo o respeito, deveríamos nos unir dia de semana na frente da Alesp. E o Cauê só seria liberado após o impeachment ser pautado!”, sugeriu a internauta que se identifica como Dede e que, assim, chamou a atenção para o fato de Macris ter arquivado — ao menos até agora — todos os pedidos para abertura do processo de impeachment contra Doria.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comments

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site