Instagram e YouTube derrubam canais de Allan dos Santos

Jornalista é investigado no inquérito das supostas fake news, considerado inconstitucional por juristas
-Publicidade-
O jornalista Allan dos Santos | Foto: Divulgação/Agência Brasil
O jornalista Allan dos Santos | Foto: Divulgação/Agência Brasil

O perfil do jornalista Allan dos Santos foi derrubado pelo Instagram nesta quinta-feira, 14, em cumprimento de ordem judicial, segundo o Facebook, dono da plataforma. O canal Terça Livre no You Tube, também de autoria do jornalista, foi censurado pela plataforma. A big tech informou ter acatado decisão proferida em processo judicial que está em segredo de justiça.

Allan é investigado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) por supostamente propagar fake news. Na sexta-feira 8, o Twitter removeu duas contas do jornalista também em cumprimento de “decisão judicial”, segundo a rede social.  

Conforme noticiou Oeste, veículos jornalísticos foram processados por Santos sob alegação de terem violado o direito à fonte. Moraes ordenou que Tatiana Marques de Oliveira Garcia Bressan, ex-estagiária de Ricardo Lewandowski, fosse depor à Polícia Federal por supostamente ser informante de Allan dos Santos.

-Publicidade-

Leia também: “Allan dos Santos afirma que vai processar Moraes por violar direito ao sigilo de fonte”

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.