Lemann defende fim da polarização no Brasil

Empresário afirmou que país precisa de objetivos claros e pragmáticos para poder ter o destino que merece.
-Publicidade-
Para Lemann (no telão, a esq.), polarização precisa acabar no Brasil | Foto: Reprodução
Para Lemann (no telão, a esq.), polarização precisa acabar no Brasil | Foto: Reprodução | jorge paulo lemann, polarização, direita, esquerda, 7º fórum liberdade e democracia

Empresário afirmou que país precisa de objetivos claros e pragmáticos para poder ter o destino que merece

jorge paulo lemann, polarização, direita, esquerda, 7º fórum liberdade e democracia
Para Lemann (no telão, a esq.), polarização precisa acabar no Brasil | Foto: Reprodução

Em sua despedida do 7º Fórum Liberdade e Democracia, o empresário da AB Inbev Jorge Paulo Lemann disse acreditar que, se todos os brasileiros trabalharem juntos, como pessoas de bom senso, é possível ter um país maravilhoso “dentro de alguns anos”.

-Publicidade-

“Acho que se perde muito tempo no Brasil discutindo coisas que não são tão importantes, brigando e um querendo derrubar o outro”, afirmou Lemann. “Não tem que ser de esquerda ou de direita.”

Para o empresário, o importante para o país é ter objetivos claros e pragmáticos, que vão fazer o Brasil encontrar o destino que ele merece.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

6 comentários Ver comentários

  1. E eu defendo o fim do Lemann. Esse “Soros brasileiro” deveria calar a boca e fazer as cervejarias do grupo dele voltarem a fazer cerveja e não milheja vagabunda. Esse é um traste!

  2. Importante sim, cada um fazer sua parte, como diz o Paulo Guedes: emprestar a bola prá gente jogar um pouquinho. Estamos saindo do futebol de várzea e nos classificamos para a Série “C”. Para chegarmos a boas comemorações, precisamos de “gente” como Lemann. E é exatamente na “varzea” onde os jovens são formados, que precisamos de voluntários, não trabalhando de graça pro Barroso no TSE. Como foi feito com o tabaco, é urgente um apoio ao Ministério da Saúde para propagarmos o quanto o álcool, principalmente associado a drogas, maconha, etc., tem diluido o cérebro dos jovens. Utilizar os meios de comunicação maiores como CNN, globo, Band, etc., para desaconselhar o excesso de cervejas e destilados. Evitar propagandas que nos descem “redondo” por exemplo. A Souza Cruz não sobreviveu, salvando muitas vidas? É hora do Lemann botar em prática o que prega!!!

  3. A polarização passou a existir agora, até então só prevalecia a narrativa da esquerda. Quanto ao empresário, a nova esquerda tipo a deputada Tabata Amaral, adora esses tipos d patrocinadores, principalmente quando o objetivo deles são os bilhões do Ministério da Educação.

  4. Fim da polarização, ou seja, do conservadorismo que nem é tão gigante assim e já incomoda, imagina quando for mais robusto. Depois o cara diz que a população tem que trabalhar junta, mas ora bolas, ela já está fazendo isso quando defende o Bolsonaro e todo o movimento conservador. O que esse falso moralista quer é dar um norte para a esquerda. O povo dele não é o nosso povo.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.