Revista Oeste - Eleições 2022

Mais de 6 milhões de pessoas fugiram da Venezuela, afirma Pazuello

Declaração do ex-ministro da Saúde foi feita durante o Conservative Political Conference (CPAC) Brasil 2022
-Publicidade-
General Pazuello, ex-ministro da Saúde, e Gustavo Lopes, secretário nacional do Audiovisual |  Foto: Reprodução/Redes Sociais
General Pazuello, ex-ministro da Saúde, e Gustavo Lopes, secretário nacional do Audiovisual | Foto: Reprodução/Redes Sociais

Durante o Conservative Political Conference (CPAC) Brasil 2022, realizado neste sábado, 11, Gustavo Lopes, secretário nacional do Audiovisual, mostrou um vídeo em que uma venezuelana diz sentir falta do sorriso de seu povo. A apresentação contou com a participação do general Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde.

Lopes também falou sobre a forma como a imprensa brasileira trata a crise na Venezuela. “Fizeram uma matéria ressaltando que o salário mínimo no país aumentou 300%”, disse. “Só esqueceram de dizer que aumentou de US$ 1 para US$ 3”. O secretário ainda apresentou depoimentos de refugiados venezuelanos que vieram ao Brasil.

“Mais de 6 milhões de venezuelanos já fugiram da ditadura na Venezuela”, complementou Pazuello. De acordo com ex-ministro, os brasileiros sempre ouviram falar sobre o Foro de São Paulo, mas nunca acreditaram que a organização política de esquerda existia. “Nós quase viramos uma Venezuela”, afirmou.

-Publicidade-

Para Pazuello, o Brasil ainda é o local ideal para vender as mentiras do socialismo e do comunismo. Portanto, diz o ministro, ainda existe um risco iminente de o país se tornar uma ditadura. Segundo a R4V, plataforma de refugiados e imigrantes da Venezuela, entre 2017 e março de 2022, o Brasil recebeu mais de 325 mil venezuelanos.

De acordo com o ex-ministro, o Brasil se organizou para dar uma mínima condição de vida aos refugiados da América Latina. “Mais de 420 municípios brasileiros receberam nossos irmãos venezuelanos”, disse Pazuello. “São pessoas trabalhadoras, que falam mais de dois idiomas. Reinserimos todas elas no mercado de trabalho.”

No município de Pacaraima, em Roraima, o governo brasileiro construiu residências para abrigar e dar apoio aos refugiados venezuelanos. “Também disponibilizamos atendimento médico”, afirmou Pazuello.

No Brasil desde 2019

O evento foi criado nos EUA, em 1973, pelo American Conservative Union e pelo Young Americans for Freedom — organizações políticas conservadoras. As pautas defendidas pela conferência são a defesa da Constituição dos EUA de 1787, o fortalecimento da soberania nacional e a crença de que apenas governos com poder limitado podem garantir a liberdade individual. O CPAC acontece no Brasil desde 2019 e reúne políticos, lideranças conservadoras e ativistas.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

8 comentários Ver comentários

  1. E pensar que uma das maiores reservas de petróleo do mundo se encontra naquele pais.
    Era para ser uma história diferente, havia condições para isso, faltou vontade, sobraram interesses escusos.

  2. Aqui próximo à minha casa, tem uma Argentina trabalhando no supermercado. Retrato de destruição da Argentina o qual eles votaram na repetição do erro. Cristina Kirchner, conseguiu dar o “golpe de misericórdia” no país.

  3. O problema é o custo para nós brasileiros. Os impostos federal, estadual e Municipal são altíssimos!!! Quando temos de absorver estas pessoas, o estado encarece mais do que já é… E ainda tem os povos que vivem próximos à fronteira que fazem tratamento médico aqui. Pessoas que moram lá, dizem que recebem até o ‘bolsa família”…. Aí teria que ser investigado. Esses governantes, que são apoiados pelo PT. E ainda tem gente que os defendem…

  4. stf e tse são golpistas!!! são vergonha INTERNACIONAL e geram insegurança jurídica e desemprego…NINGUÉM INVESTE NUM PAÍS CUJO stf é instável.

  5. O tirano Chaves, em vida, desarmou a sociedade Venezuelana e fez acordos com a narco guerrilha. Maduro apenas dá continuidade neste regramento. E o resultado tem sido esse: Fome, miséria, corrupção, leis marciais, presos políticos e uma sociedade que não pode falar. É o projeto Foro de São Paulo colocado em prática. E o brasileiro desonesto, sonso e ignorante ainda crê que o Luís Inácio, chefe quadrilheiro tupiniquim, irá fazer diferente disso…

  6. Eu sei…. TEM UM TRABALHANDO DE FAXINEIRO no meu prédio…..
    Falei com ele e advinha em quem ele vai votar…ou tem simpatia??
    LulaLadrão!!
    “Vc não aprendeu a lição cara??!! Foge da Venezuela e vem aqui votar numa pessoa que apoio o ditador da venezuela??!””
    Pedi a demissão dele na administração…..sem dó, pois esses vermes NÃO tem DÓ DO NOSSO futuro.

  7. Infelismente estamos a caminho. A ditadura do judiciário é prova do início da ditadura do proletariado no Brasil. Libertaram e vão colocar na presidência um condenado e apoiador de comunistas além de corrúptos e ladrões. Mas na realidade esse fantoche vai ficar no papel de faz de conta e os verdadeiros líderes já são nossos conhecidos nove dos onze.

  8. Infelizmente no Brasil ainda temos os ignorantes e analfabetos políticos que ainda, e mesmo vendo a desgraça nos países vizinhos não se sabe o por quê? Apoiam os ladrões comunistas que até pouco tempo estiveram no poder, mas, certamente nunca mais pisarão a rampa do Palácio do Planalto.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.