Mandetta admite que não deveria ter causado aglomeração

Declarações do ex-ministro da Saúde foram feitas durante depoimento na CPI da Covid
-Publicidade-
Luiz Henrique Mandetta depôs na CPI da Covid nesta terça-feira, 4
Luiz Henrique Mandetta depôs na CPI da Covid nesta terça-feira, 4 | Foto: Reprodução/YouTube

Durante seu depoimento na CPI da Covid, realizado nesta terça-feira, 4, o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta admitiu que não deveria ter causado aglomeração em 16 de abril de 2020, data em que foi demitido pelo presidente Jair Bolsonaro. Na ocasião, o ex-ministro aparecera, nas imediações do Ministério da Saúde, abraçando a servidora Teresa Lopes, com quem cantou uma canção de Gonzaguinha.

“O Ministério da Saúde estava muito [fechado] comigo”, afirmou Mandetta, ao responder às indagações do senador Eduardo Girão (Podemos-CE), integrante da comissão que investiga supostas ingerências do governo durante a pandemia. “Naquele dia, eu abracei Teresa Lopes, que é uma funcionária de carreira, para me despedir. Não deveria ter feito isso, mas havia muita emoção naquele momento. Éramos uma equipe muito unida”, justificou Mandetta.

-Publicidade-

Leia também: “Ataques à China prejudicaram Brasil no acesso a insumos, diz Mandetta”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários Ver comentários

  1. Um sujeito desclassificado, a quem o Bolsonaro indevidamente deu a mão, apesar de tantos comentários acerca do seu passado. Digo indevidamente porque, ladrões e traidores não mudam, é só aparecer a oportunidade que eles mostram quem são.

  2. o pessoal não sabe perguntar; “você foi contra o decreto de calamidade? você foi contra o auxílio emergencial? você foi contra a posição do presidente dizendo que liberaria qualquer vacina, desde que aprovada pela Anvisa? Eu não respostas para essas questões fundamentais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.