Revista Oeste - Eleições 2022

Marco Aurélio Mello diz temer presidência de Moraes no TSE

'A atuação do juiz trepidante deve ser afastada', disse o ex-ministro
-Publicidade-
Marco Aurélio Mello já chamou Alexandre de Moraes de 'xerife'
Marco Aurélio Mello já chamou Alexandre de Moraes de 'xerife' | Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Marco Aurélio Mello, ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), disse temer “tempestades” que podem vir com a presidência de Alexandre de Moraes no Tribunal Superior Eleitoral. “A atuação do juiz trepidante deve ser afastada”, disse Mello, em entrevista publicada nesta quinta-feira, 31, pela BBC.

“Vamos adotar temperança, vamos adotar compreensão sem abrir mão da prevalência das regras jurídicas”, defendeu Marco Aurélio. “Sob a minha ótica, a atuação judicial de Moraes vem sinalizando que ele vai ser muito incisivo como presidente do TSE. Que os demais integrantes compreendam que nem tudo o que ele pensa que é bom para o país é aconselhável no contexto existente.”

Marco Aurélio manifestou uma de suas preocupações: “Por exemplo, se por isso ou por aquilo houver o indeferimento do registro do atual presidente da República numa tentativa de reeleição, aí eu não sei o que poderíamos ter.”

-Publicidade-

Em inúmeras ocasiões, Marco Aurélio Mello se desentendeu com Alexandre de Moraes. O ex-ministro chegou a chamar o colega de “xerife” em virtude dos inquéritos que miram aliados do presidente Jair Bolsonaro. Marco Aurélio deixou a Corte em julho de 2021 e foi substituído por André Mendonça.

Leia também: “A censura reinventada”, artigo de J.R. Guzzo publicado na Edição 105 da Revista Oeste

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.