MBL é alvo de operação contra lavagem de dinheiro

Duas pessoas foram presas. A polícia cumpriu, ainda, outros seis mandados de busca e apreensão na cidade de São Paulo e em Bragança Paulista
-Publicidade-
Agentes estão na sede do movimento, em São Paulo | Foto: DIVULGAÇÃO/MBL
Agentes estão na sede do movimento, em São Paulo | Foto: DIVULGAÇÃO/MBL | Agentes estão na sede do movimento, em São Paulo | Foto: DIVULGAÇÃO/MBL

Duas pessoas foram presas. A polícia cumpriu, ainda, outros seis mandados de busca e apreensão na cidade de São Paulo e em Bragança Paulista

mbl
Nomes ligados ao movimento teriam lavado milhões de reais
Foto: DIVULGAÇÃO/MBL

A Polícia Civil esteve, na manhã desta sexta-feira, 10, na sede do Movimento Brasil Livre (MBL), em São Paulo. Dessa forma, em parceria com o Ministério Público estadual (MPSP) e Receita Federal, os agentes cumpriram seis mandados de busca e apreensão e dois de prisão preventiva na capital e em Bragança Paulista.

-Publicidade-

Segundo a Justiça, os alvos da operação teriam desviado mais de R$ 400 milhões de empresas ligadas à disseminação de notícias falsas. Até o momento, dois homens foram presos no âmbito da Operação Juno Moneta: Alessander Monaco Ferreira e Carlos Augusto de Moraes Afonso (conhecido como Luciano Ayan).

Leia também: Ex-secretário de Saúde de Witzel é preso no RJ

Eles são ligados ao MBL, conforme o MPSP. Além disso, evidências mostram que ambos “construíram efetiva blindagem patrimonial composta por um número significativo de pessoas jurídicas, tornando o fluxo de recursos difícil de ser rastreado, inclusive utilizando-se de criptoativos (ativos digitais)”.

Contudo, em nota, o movimento negou essa afirmação, bem como qualquer ligação com os presos. “Alessander Monaco Ferreira e Carlos Augusto de Moraes Afonso nunca foram membros do movimento. Uma notícia veiculada de maneira errônea que criou tal confusão”.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.