MDB decide lançar candidatura à presidência do Senado

Partido quer eleger sucessor de Davi Alcolumbre
-Publicidade-
MDB está de olho no comando da Mesa Diretora do Senado Federal | Foto: Arquivo/Agência Senado
MDB está de olho no comando da Mesa Diretora do Senado Federal | Foto: Arquivo/Agência Senado | senado mdb - presidência

Partido quer fazer o sucessor de Davi Alcolumbre

senado mdb - presidência
MDB está de olho no comando da Mesa Diretora do Senado Federal | Foto: Arquivo/Agência Senado

O Movimento Democrático Brasileiro está unido para a disputa pela presidência do Senado, em fevereiro de 2021. Quem afirma é a própria bancada do MDB na Casa legislativa. Em nota divulgada na tarde desta quarta-feira, 16, a equipe emedebista anuncia o compromisso de lançar candidato único —dentro da legenda — para a função atualmente desempenhada pelo Davi Alcolumbre (DEM-AP).

-Publicidade-

Leia mais: “Senado rejeita indicação de diplomata para cargo na ONU”

No conteúdo divulgado por meio das redes sociais, a bancada do MDB do Senado se coloca favorável a temas defendidos pelo Poder Executivo. São os casos, por exemplo, das reformas estruturais e de ações em prol da responsabilidade fiscal. O comunicado chancelado pelos senadores emedebistas fala, ainda, em defesa de trabalhos para diminuir a desigualdade social e acelerar o programa nacional de vacinação.

“A bancada do MDB decidiu pelo consenso interno”

“Foi com essa convicção que a bancada do MDB decidiu pelo consenso interno, comprometendo-se a dialogar com todas as bancadas para apresentar um candidato único do partido para a sucessão da presidência do Senado”, informa o MDB em trecho da nota. “Essa decisão reflete a força e a unidade do MDB. Reflete, ainda, a postura de ponderação e diálogo”, prossegue o comunicado emedebista.

bancada do mdb no senado - presidência
Íntegra do texto divulgado pela bancada do MDB no Senado | Foto: Reprodução/Twitter

União?

Na eleição para composição da Mesa Diretora do Senado Federal em fevereiro de 2019, o MDB não apresentou a agora propagada unidade. Na ocasião, o partido chegou a ter dois candidatos para o cargo de presidente do Senado. Há dois anos, a legenda tentou chegar à presidência da Casa com os nomes de Simone Tebet (MS) e Renan Calheiros (AL) — ambos desistiram da candidatura antes da eleição.

Maior bancada

O MDB detém a maior bancada partidária na atual legislatura no Senado. Na Casa, 13 dos 81 parlamentares são emedebistas. Os senadores do partido são:

  1. Confúcio Moura;
  2. Dário Berger;
  3. Eduardo Braga;
  4. Eduardo Gomes;
  5. Fernando Bezerra Coelho;
  6. Jader Barbalho;
  7. Jarbas Vasconcelos;
  8. José Maranhão;
  9. Luiz do Carmo;
  10. Marcelo Castro;
  11. Marcio Bittar;
  12. Renan Calheiros;
  13. Simone Tebet.

O MDB não anunciou, contudo, qual dos 13 será o candidato a presidente do Senado para o biênio 2021-2023.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro