MEC lança cartilha de homeschooling

Objetivo é esclarecer as vantagens dessa modalidade de ensino, legalmente garantida em mais de 60 países ao redor do mundo
-Publicidade-
Educação domiciliar ainda é um tabu no Brasil
Educação domiciliar ainda é um tabu no Brasil | Foto: Reprodução/Mídias Sociais

O Ministério da Educação lançou ontem, quinta-feira 27, a Cartilha Educação Domiciliar: um Direito Humano tanto dos pais quanto dos filhos, criada com o objetivo de esclarecer o que é a educação domiciliar, apontar dados estatísticos e históricos, contextualizar o tema da regulamentação e apontar os propósitos dessa modalidade de ensino.

Ao todo, o documento contém 20 páginas e define a educação domiciliar como modalidade de ensino dirigido pelos próprios pais, com vistas ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para a vida, exercício da cidadania e qualificação para o trabalho. Essa modalidade de ensino já vem sendo defendida pelo Ministro da Educação, Milton Ribeiro, desde sua posse.

O texto aponta casos reais de estudantes de outros países, do ensino fundamental ou médio, que estudam em regime de educação domiciliar. Além disso, traz a informação de que cerca de 35 mil crianças e adolescentes no Brasil já estudam em regime de educação domiciliar, ressaltando a necessidade de regulamentação dessa modalidade de ensino.

-Publicidade-

A educação domiciliar é reconhecida em 85% dos países membros da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) como direito das famílias. Mais de 60 países ao redor do mundo concedem esse benefício a pais e responsáveis legais por crianças e adolescentes.

Leia também: “Estudante de homeschooling barrada na USP ganha oportunidade no Vale do Silício”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário

  1. Em lugar de dizer que países CONCEDEM o benefício aos pais, o correto seria dizer que os países RECONHECEM esse direito. O papel do Estado não é conceder nada, mas proteger os direitos fundamentais de sua população.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro