Meirelles pede inclusão de propostas dos Estados na reforma tributária

O ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles defende uma fatia maior para os Estados da arrecadação federal
-Publicidade-
O secretário da Fazenda de São Paulo,
Henrique Meirelles | Foto: Sergio Dutti/Divulgação
O secretário da Fazenda de São Paulo, Henrique Meirelles | Foto: Sergio Dutti/Divulgação | Meirelles

O ex-ministro da Fazenda defende uma fatia maior da arrecadação federal para os Estados

Meirelles
O secretário da Fazenda de São Paulo, Henrique Meirelles | Foto: Sergio Dutti/Divulgação
-Publicidade-

O secretário estadual da Fazenda de São Paulo e ex-ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, defendeu a ideia de que o Congresso considere as propostas dos Estados e do Distrito Federal durante a discussão da reforma tributária. O governo federal protocolou nesta terça-feira, 21, sua proposta sobre o tema.

Desde o ano passado, secretários e governadores tentam angariar para os Estados uma fatia maior da arrecadação federal. “Os Estados formalizaram e apresentaram um substitutivo no Senado e um substitutivo na Câmara e me parece de fundamental importância que esse substitutivo seja analisado. Se possível seja aprovado, particularmente no que diz respeito ao ICMS e ao ISS”, disse Meirelles.

Atualmente, as propostas em discussão no Congresso propõem a união de cinco tributos: PIS, Cofins, IPI, ICMS (estadual) e ISS (municipal) em um único imposto.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.