‘Meu couro é grosso’, diz Bolsonaro em discurso

Declaração foi dada na 1ª Feira Brasileira do Grafeno
-Publicidade-
Presidente Jair Bolsonaro | Foto: Reprodução/MCTI
Presidente Jair Bolsonaro | Foto: Reprodução/MCTI

Ao comentar as pressões que enfrenta, o presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira, 9, que seu “couro é grosso”. A declaração foi dada durante discurso na 1ª Feira Brasileira do Grafeno. Na ocasião, o mandatário também voltou a defender a implementação do voto impresso auditável no pleito de 2022.

“O que eu mais quero são eleições limpas, para que nós possamos, sim, garantir a vontade popular”, disse para o público presente. Nesta manhã, Bolsonaro já tinha reafirmado o discurso e renovado os ataques ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Luís Roberto Barroso, a quem chamou de “imbecil”.

Leia mais: “Pacheco: debate sobre voto ‘impresso’ é legítimo, mas eleições são inegociáveis”

-Publicidade-

Ele associou ataques de opositores às indicações técnicas de seu governo para as pastas do governo federal. “Há pouco tempo, esse ministério que ocupa o Marcos Pontes era rifado diante de partidos políticos. O último ministro que ocupou essa pasta não sabia a diferença entre gravidade e gravidez”, disparou. O presidente já tinha utilizado essas palavras para se referir ao ex-ministro de Ciência e Tecnologia Gilberto Kassab (PSD-SP).

Durante sua fala, Bolsonaro também ressaltou a necessidade de investimento em pesquisa para que o Brasil supere o status de “fornecedor de commodities“. Não é fácil nós evoluirmos em ciência e tecnologia. Geralmente tem alguém na nossa frente. Agora uma grande fresta apareceu na nossa frente, um grande horizonte”, disse.

Com informações do Estadão Conteúdo

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

10 comentários

  1. É muito preocupante a militância contra o voto impresso, afinal, se vai garantir transparência , por o desespero ?
    Distorces as informações para atrapalhar, outro dia no rádio da minha cidade, Transamerica de Montes Clrasos, estavam fazendo chacota como se a intensão fosse a volta da cédula de papel…

    1. O golpe já foi dado e está em curso: primeiro soltam o Lula, depois tornam ele elegível. Barroso manda instalar a CPI.depois o mesmo STF faz pressão no Congresso contra o voto auditável. Aí vem as pesquisas fraudadas de um cara que não consegue sair na rua que tem mais de 40% contra o outro que é ovacionado pelo povo onde vai. Em meio a isso tudo uma imprensa militante batendo no presidente 24 hs por dia . Concordam que o golpe foi dado e está em curso ?

  2. É muito preocupante a militância contra o voto impresso, afinal, se vai garantir transparência , por quê o desespero ?
    Distorcem as informações para atrapalhar, outro dia no rádio da minha cidade, Transamerica de Montes Clrasos, estavam fazendo chacota como se a intensão fosse a volta da cédula de papel…

  3. Como explicar tamanha aversão desses políticos tradicionais pelo voto impresso? Seria medo de acabar com as infindáveis reeleições de velhas raposas??? Auditoria deve gerar LUZ e não CALOR.

    1. De novo? Que papo é esse de “ataques”? Isso foi em Nárnia?

      “Nesta manhã, Bolsonaro já tinha reafirmado o discurso e renovado os ataques ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Luís Roberto Barroso, a quem chamou de “imbecil”.”

    2. Verdade a patrulha contra o voto auditavel…gera desconfiança na lisura das eleições…
      Voto auditavel não é voto impresso…a imprensa em geralna guerra contra o presidente…busca desinformar a população.

  4. Fala como se tivesse couro grosso, mas age como um banana, deixando a bandidagem desrespeitar sua eleição, e a desordem correr solta, e para piorar nomeia os amigos dos inimigos da pátria na já deteriorada e infiltrada justiça. Tem que falar menos e agir mais, no sentido de colocar ordem no país e parar de deixar tantos bandidos livres, leves e soltos, como estão. Passou da hora das forças armadas intervirem, pelo menos no STF, até pq de nada adiantará o voto impresso com um STF dominado por desonestos anticonstitucionais e uma mídia q distorce a realidade. Não aprenderam com os EUA ?

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site