-Publicidade-

Ministros do STF são contra isolamento vertical

Integrantes da Suprema Corte indicaram que não vão autorizar medidas que interrompam quarentena durante a crise do coronavírus
Ministros do STF são contra isolamento vertical
Ministros do STF são contra isolamento vertical

Integrantes da Suprema Corte indicaram que não vão autorizar medidas que interrompam quarentena

Integrantes do Supremo Tribunal Federal (STF) indicaram que não vão autorizar qualquer tipo de medida que autorize o chamado isolamento vertical, defendido pelo presidente Jair Bolsonaro como forma de reaquecer a economia.

MAIS: STF gastará dinheiro público para vacinar ministros contra a gripe

No domingo passado, 29, o presidente disse que poderia assinar um decreto para determinar que as pessoas voltem gradualmente ao trabalho. A Advocacia Geral da União (AGU) também foi acionada para estudar novas medidas judiciais que impeçam Estados e municípios de impor quarentena forçada aos seus habitantes.

Ministros do STF tem afirmado nos bastidores que não vão contrariar as recomendações do Ministério da Saúde e da Organização Mundial de Saúde (OMS). O procurador-geral da República, Augusto Aras, também é contra o isolamento vertical. Apesar disso, Aras tem uma visão mais ampla que os ministros do STF. Para ele, atividades essenciais como transporte de cargas, por exemplo, não podem ser interrompidas.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

  1. Claro que são contra,o salário gordo deles cai na conta,sem que eles precisem sair de casa.
    Agora nós mortais,que morram de fome!

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês